Quais são os diferentes tipos de testes de coronavírus?

ANÚNCIO

Existem três categorias amplas de testes de coronavírus. Duas diagnosticam se você tem uma infecção ativa e uma terceira indica se você já teve o vírus.

É assim que funcionam:

ANÚNCIO

TESTES GENÉTICOS

Quando vale a pena fazer teste genético para diagnosticar doenças? -  20/12/2018 - UOL VivaBem
Foto: (Reprodução/ Internet).

A maioria dos testes procura pedaços do material genético do vírus e exige um cotonete nasal que é coletado por um profissional de saúde e enviado a um laboratório. 

Leia também: O estudo da vacina AstraZeneca COVID-19 foi interrompido

Essa é considerada a forma mais precisa de diagnosticar uma infecção, mas não é perfeita: o cotonete deve obter uma amostra boa o suficiente para que qualquer vírus possa ser detectado.

Esses testes geralmente levam horas para serem processados ​​no laboratório, então provavelmente você não receberá os resultados por pelo menos um dia, embora alguns testes rápidos levem cerca de 15 minutos no local. Outros testes genéticos usam saliva, em vez de um cotonete.

ANÚNCIO

TESTES DE ANTÍGENOS

ge on Twitter: "Chapecoense chega a 26 casos de Covid-19 entre atletas,  estafe, funcionários e comissão técnica https://t.co/VNF3pYMrAU…  https://t.co/007L8P6x3I"
Foto: (Reprodução/ Internet).

Um novo tipo de teste procura proteínas encontradas na superfície do coronavírus, em vez do próprio vírus. Esses testes de antígeno estão chegando ao mercado e os especialistas esperam que ajudem a expandir os testes e acelerar os resultados.

Leia também: As chuvas e enchentes devastam o Paquistão, matando mais de 30 pessoas

Os testes de antígenos não são tão precisos quanto os testes genéticos, mas são mais baratos, rápidos e exigem equipamentos de laboratório menos especializados. Eles ainda precisam de um cotonete nasal por um profissional de saúde.

Um teste recentemente aprovado do Abbott Laboratories leva 15 minutos e pode ser realizado em escolas, escritórios e outros locais.

TESTES DE ANTICORPO

Pandemia do coronavírus e o direito do trabalho: Resolução normativa – RN  n. 458, de 26 de junho de 2020 - Honda, Teixeira, Araujo, Rocha Advogados
Foto: (Reprodução/ Internet).

Os testes de anticorpos procuram proteínas que o corpo produz para combater infecções na amostra de sangue de um paciente. Os anticorpos são um sinal de que uma pessoa já tinha COVID-19.

Leia também: Cientistas preocupados com ‘inconsistências de dados’ nos testes russos de vacinas COVID-19

Os cientistas ainda não sabem se os anticorpos protegem as pessoas de outra infecção ou quanto tempo essa proteção pode durar. Portanto, os testes de anticorpos são úteis principalmente para os pesquisadores que medem que porção da população foi infectada.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO