Menstruação irregular associada à morte prematura. Veja por que isso é importante

ANÚNCIO

A duração e a qualidade do ciclo menstrual de uma pessoa podem ser um indicador crucial de sua saúde geral, e novas pesquisas sugerem que os médicos devem monitorar esse ciclo na adolescência e na idade adulta posterior.

Veja também: Podemos finalmente saber o que a vida na Terra respirava antes que houvesse oxigênio

Um estudo de 24 anos com quase 80.000 enfermeiras saudáveis ​​nos Estados Unidos já forneceu algumas das primeiras evidências reais sobre menstruação e morte prematura.

ANÚNCIO

De acordo com a pesquisa longitudinal, iniciada em 1989, as pessoas que experimentam ciclos menstruais longos e irregulares na adolescência e durante a vida adulta têm maior probabilidade de morrer antes dos 70 anos, em comparação com aquelas com ciclos mais curtos e regulares.

imagem do artigo principal
(Basak Gurbuz Derman / Moment / Getty Images).

Esta ligação foi particularmente forte para mortes relacionadas com doenças cardiovasculares e, em menor extensão, mortes relacionadas com câncer.

Isso não significa que a menstruação irregular esteja causando esses efeitos à saúde; pode ser simplesmente que tudo o que causa um ciclo mais longo e irregular reflete uma saúde mais precária em geral.

ANÚNCIO

Leia também: Em plena pandemia do Coronavírus. Você sabe o que é uma pandemia?

Dada essa associação, não é de todo surpreendente que a menstruação irregular esteja ligada à morte prematura, e ainda assim os profissionais de saúde  muitas vezes deixam de perguntar sobre o ciclo menstrual da paciente ao avaliar sua saúde cardiovascular geral.

Investigar possíveis correlações não é fácil.  

É difícil obter conjuntos de dados grandes e confiáveis ​​sobre a menstruação , e a maioria desses resultados é baseada em pesquisas autorrelatadas ou aplicativos de rastreamento menstrual.

O estudo atual é afetado por algumas das mesmas limitações, embora sua duração e alta taxa de acompanhamento com voluntários sejam impressionantes.

15 dicas para aliviar a cólica menstrual – Seleções Brasil
Foto: (Reprodução/ Internet)

A pesquisa é baseada em uma grande coorte de enfermeiras nos Estados Unidos, com idades entre 25 e 42 anos, que receberam questionários por correio ou online a cada dois anos para coletar informações sobre seu estilo de vida, dieta, histórico médico e qualquer doença.

No início do estudo, em 1989, as enfermeiras foram solicitadas a relembrar seus ciclos menstruais durante a adolescência (entre 14 e 17 anos) e no início da idade adulta (entre 18 e 22 anos).

Em 1993, a mesma coorte foi questionada sobre a duração usual e a regularidade de seus ciclos menstruais atuais, quando tinham entre 29 e 46 anos.

Fique por dentro: Cientistas encontraram a molécula que permite que as bactérias “exalem” eletricidade

Descobrimos que o risco de mortalidade prematura era maior entre as mulheres que relataram ciclos longos ou irregulares mais tarde na vida”, escrevem os autores  .

Embora isso possa ser devido a uma diminuição na memória de ciclos menstruais anteriores na vida anterior, também pode ser um sinal de problemas de saúde persistentes.

Aprenda a fazer massagens para aliviar dores da cólica menstrual
Foto: (Reprodução/ Internet)

Nas faixas etárias mais velhas, aquelas que experimentaram ciclos menstruais de mais de 40 dias tinham maior probabilidade de morrer prematuramente do que aquelas que relataram um ciclo mais típico de 26 a 31 dias.

Isso foi particularmente forte entre enfermeiras que tiveram ciclos irregulares contínuos na adolescência e no início da idade adulta, e também entre aquelas que fumavam.

Leia também: As maravilhosamente excêntricas plantas carnívoras do mundo estão com mais problemas do que imaginávamos

Esta última descoberta faz sentido, visto que fumar é conhecido por afetar a saúde cardiovascular, imunológica e metabólica, e a menstruação irregular pode ser um sinal de problemas de saúde nessas áreas.

Cólica intestinal: médico esclarece principais causas e sintomas – GARCE – CE
Foto: (Reprodução/ Internet).

Mais pesquisas são necessárias para descobrir as associações entre menstruação e condições de saúde potencialmente fatais, mas o novo estudo fornece algumas das indicações mais fortes até o momento de que a menstruação irregular pode estar ligada a problemas de saúde, seja na adolescência ou no final da vida adulta.

menstruacao colica barriga 400x800 118
Foto: (Reprodução/ Internet).

Mesmo quando outros fatores influentes, como idade, peso, estilo de vida e histórico médico familiar, foram levados em consideração, os resultados permaneceram os mesmos, embora os autores observem que não podem ter certeza de que não perderam outros fatores contribuintes.

Fique por dentro: O fungo histórico que deu ao mundo a penicilina teve seu genoma sequenciado

Jacqueline Maybin, pesquisadora e ginecologista da Universidade de Edimburgodisse que  os métodos do estudo eram sólidos e os resultados importantes, mas para aqueles com períodos irregulares não há razão para surtar.

O estudo foi publicado no BMJ.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais
.

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO