Encontraram no fundo de um lago da Lituânia um corpo de soldado medieval com suas armas

ANÚNCIO

Foi encontrado, no fundo de um lago da Lituânia o corpo de soldado de mais de 500 anos atrás. Por séculos, o corpo ficou escondido sob a lama do lago, mas agora veio à tona essa grande descoberta.

A descoberta se deu durante uma inspeção subaquática da velha ponte Dubingiai no lago Asveja, no Leste da Lituânia.

ANÚNCIO

Pesquisadores acreditam, que as correntes de água provavelmente depositaram sedimentos que cobriram os restos mortais, ao longo do tempo.

Encontraram no fundo de um lago da Lituânia um corpo de soldado medieval com suas armas
Foto: (Reprodução/ Internet)

O corpo foi examinado por Cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade de Vilnius em Vilnius, Lituânia, eles relataram que a pessoa  morreu no século 16 e que também era do sexo masculino, a causa da morte não se sabe o motivo

Junto com o corpo, foi encontrado armas e diversos artifícios que indicou que o mesmo era um soldado militar da época

ANÚNCIO

Leia também: Até as partes mais profundas dos oceanos estão começando a aquecer lentamente

Enterros de humanos ligados à guerra já foram encontrados na região, porém esta é a primeira vez que um soldado medieval foi descoberto debaixo d’água na Lituânia.

Por enquanto, os pesquisadores ligam a morte do soldado a uma antiga ponte que dava acesso ao castelo Dubingiai.

Encontraram no fundo de um lago da Lituânia um corpo de soldado medieval com suas armas
Foto: (Reprodução/ Internet)

Encontrar os restos mortais do soldado foi uma grande surpresa, mas igualmente surpreendente foi a notável preservação do esqueleto e dos artefatos.

Leia também: Plano de recuperação da rádio do Titanic gera um polemico debate sobre os restos humanos das pessoas que sofreram a tragédia

Os mergulhadores recuperaram diversos objetos, entre eles; um cinto de couro com fivela, par de botas de couro com esporas, uma espada de ferro e duas facas com cabos de madeira.

Após essa grande descoberta, uma equipe de arqueólogos, historiadores e museólogos lituanos estão trabalhando pra recuperar todos os utensílios. 

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO