Ruínas da Cidade radioativa de Chernobyl podem virar patrimônios mundiais

ANÚNCIO

A radioatividade pode ser algo que pode ajudar muito a humanidade, todavia se não administrada adequadamente podem ser uma ameaça. 

Um exemplo disso foi o ocorrido a mais de três décadas atrás na Cidade de Chernobyl na Ucrânia, da qual obrigou diversas famílias a deixarem seus lares para não serem prejudicadas por conta do desastre radioativo que ocorreu no local em 1986.

ANÚNCIO

A zona de Chernobyl já é um marco mundialmente famoso, pois a anos atrás era uma cidade viva e agora é uma cidade tomada por efeitos nucleares, do qual pode ser muito nocivos para a saúde humana, mas ainda tem muitos que se aventuram 

Isso pode fazer muita diferença, acredite

Ruínas da Cidade radioativa de Chernobyl podem virar patrimônios mundiais
Foto: (Reprodução/ Internet).

Isso poderia mudar sob a iniciativa do governo de incluir a área na lista do patrimônio da UNESCO ao lado de marcos como o Taj Mahal da Índia ou Stonehenge na Inglaterra.

As autoridades esperam que o reconhecimento da agência cultural da ONU impulsione o local como atração turística e, por sua vez, reforce os esforços para preservar os edifícios antigos nas proximidades.

ANÚNCIO

Fique por dentro: Descoberta no México revela a curiosidades sobre sacrifícios do povo asteca

A explosão no quarto reator da usina nuclear em abril de 1986 deixou partes da Ucrânia e da vizinha Bielo-Rússia seriamente contaminadas e levou à criação da zona de exclusão aproximadamente do tamanho de Luxemburgo.

As autoridades ucranianas dizem que pode não ser seguro para humanos viver na zona de exclusão por mais 24.000 anos. Enquanto isso, tornou-se um paraíso para a vida selvagem, com alces e veados vagando pelas florestas próximas.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO