Mulheres mexicanas criticam presidente: “A mensagem que ele está enviando é que não me importo” sobre o assassinato de mulheres.

ANÚNCIO

O presidente Andrés Manuel López Obrador ofereceu planos um tanto quanto vagos para a ‘regeneração moral’ após uma série de assassinatos horríveis de mulheres e meninas.

O presidente do México se considerou vítima de ativistas feministas, em meio a uma explosão de fúria com a violência alarmante contra mulheres e meninas do país – e a aparente impunidade que acompanha cada crime.

ANÚNCIO

Uma série de assassinatos especialmente de mulheres e meninas provocou protestos generalizados, especialmente na capital mexicana. Em um incidente na semana passada, mulheres mascaradas jogaram tinta vermelha nas portas do palácio nacional e grafitaram algumas paredes.

Entretanto o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, foi acusado de uma resposta surda à crise, pois oferece planos vagos de “regeneração moral” .

Em sua entrevista coletiva na manhã de quinta-feira, ele refletiu sobre o “coletivo feminista” que desceu sobre o palácio. “Eles se opunham à regeneração moral que estamos promovendo. Eu respeito seus pontos de vista, mas não os compartilho. Acredito que temos que moralizar o país, purificar a vida pública e fortalecer valores culturais, morais e espirituais ”, afirmou o presidente.

ANÚNCIO

“Não vou desistir de minhas crenças ao longo da vida porque elas vieram e protestaram. Nós vamos lutar para conseguir uma mudança material, uma mudança espiritual. “

Inúmeros casos de morte de mulheres – e indignidades diárias, como brigas e assédios no transporte público – levaram a um crescente movimento de mulheres, cujos membros protestaram online e nas ruas e pediram uma greve nacional das mulheres em 9 de março.

“Não apenas nada está sendo feito hoje, mas o que está sendo dito está descredibilizando o discurso das mulheres”, disse Regina Tamés, diretora da Gire, uma organização de direitos reprodutivos.

López Obrador chegou ao poder prometendo uma ampla mudança social, mas sempre mostrou tendências conservadoras em questões sociais. “O que é lamentável agora, em comparação com antes, é que as pessoas depositam muita esperança de mudança neste governo”, disse Tamés.

Fonte: The Guardian.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais.

ANÚNCIO