Fragmento do Oceano Pacífico encontrado enterrado 400 milhas abaixo da China

ANÚNCIO

Os cientistas identificaram um antigo pedaço do Oceano Pacífico – os vestígios antigos de seu antigo leito marinho – estendendo-se por centenas de quilômetros abaixo da China, enquanto é puxado para baixo na zona de transição do manto da Terra.

Essa laje rochosa que costumava revestir o fundo do Pacífico é uma relíquia da litosfera oceânica, a camada mais externa da superfície da Terra, composta pela crosta e pelas partes externas sólidas do manto superior.

ANÚNCIO

A litosfera nem sempre está destinada a desfrutar das vistas do topo, no entanto. A camada superior da superfície é composta por várias placas tectônicas fragmentadas , que se movem lentamente e se deslocam na superfície, ocasionalmente colidindo umas com as outras.

Fragmento do Oceano Pacífico encontrado enterrado 400 milhas abaixo da China
Foto: (Reprodução/ Internet)

Durante essas colisões, um processo geológico denominado subducção pode ocorrer, onde uma placa é forçada sob a outra em zonas de subducção, e acaba sendo empurrada cada vez mais para dentro do planeta.

Fique por dentro: Imagens incríveis revelam uma cratera tripla formada misteriosamente em Marte

ANÚNCIO

Em um novo estudo, cientistas da China e dos Estados Unidos testemunharam esse fenômeno épico ocorrendo em profundidades maiores do que antes.

Antes disso, os cientistas registraram lajes de subducção sondando os limites a profundidades de cerca de 200 quilômetros (cerca de 125 milhas).

Fragmento do Oceano Pacífico encontrado enterrado 400 milhas abaixo da China
Foto: (Reprodução/ Internet)

Enquanto a subducção da placa pode ser vista em processo abaixo da China, a própria zona de subducção fica bem ao leste, com a laje sendo inclinada em um ângulo relativamente raso de 25 graus para baixo.

Leia também: Uma controvertida placa tectônica perdida pode ter sido descoberta por geólogos

Graças às novas imagens, os cientistas estão tendo uma ideia melhor do que acontece com uma laje subduzida quando ela atinge essa parte da zona de transição, incluindo como ela se deforma e quanto conteúdo de água perde de sua crosta oceânica.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO