Pode parecer ruim, mas fazer exercício de mascara não é prejudicial

ANÚNCIO

Em lugares em todo o mundo, as pessoas estão sendo instruídas ou incentivadas a usar máscaras quando estiverem fora. Em alguns lugares, eles também são obrigados a ficar em casa, só podendo sair de casa para coisas essenciais, incluindo exercícios.

Essas instruções criam um dilema. As pessoas deveriam usar máscaras se estiverem fazendo exercícios, participando de atividades físicas extenuantes ou intensas? Usar uma cobertura sobre a boca e o nariz não tornaria mais difícil respirar em um momento em que você já está se esforçando mais do que o normal para puxar o ar para os pulmões?

ANÚNCIO

Desde os primeiros dias da pandemia do coronavírus, cientistas e autoridades de saúde têm sérias preocupações sobre isso.

Pode parecer ruim, mas fazer exercício de mascara não é prejudicial
Foto: (Reprodução/ Internet)

Uma nova revisão dos efeitos das máscaras no sistema cardiorrespiratório – o coração, vasos sanguíneos e pulmões – durante a atividade física sugere que a maioria das pessoas deve ser capaz de respirar bem com uma máscara durante o exercício, embora nem sempre sinta que maneira.

Leia também: Quando a pandemia do Coronavírus terminará?

ANÚNCIO

No entanto, eles dizem que as evidências atuais sugerem que as máscaras usadas por pessoas saudáveis ​​durante o exercício não parecem afetar significativamente a função pulmonar e a ingestão de oxigênio – apesar da resistência mínima ao fluxo de ar que elas criam – o que significa que usar uma máscara ou respirador durante a atividade física é improvável causar dano.

Leia também: Bebida natural para desintoxicar seu corpo: aprenda a preparar

No entanto, a dispneia (sensação de falta de ar) e outras formas de desconforto podem aumentar potencialmente quando as pessoas se exercitam e usam máscaras, especialmente se não estiverem acostumadas a usar máscaras.

Pode parecer ruim, mas fazer exercício de mascara não é prejudicial
Foto: (Reprodução/ Internet)

Esse desconforto pode servir de base para buscar isenções da regulamentação da máscara para esses indivíduos, sugerem os pesquisadores, mas é algo que também precisa ser pesado contra os riscos de não usar máscaras, que podem acabar sendo bem mais graves.

Saiba mais: Estudo descobre o que diferencia os ultracorredores de outros atletas, e não são os músculos

Esse desconforto pode servir de base para buscar isenções da regulamentação da máscara para esses indivíduos, sugerem os pesquisadores, mas é algo que também precisa ser pesado contra os riscos de não usar máscaras, que podem acabar sendo bem mais graves.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO