O icônico telescópio australiano foi batizado de Murriyang, e o significado é lindo

ANÚNCIO

O icônico radiotelescópio Parkes de 64 metros (210 pés) da Austrália recebeu um novo nome tradicional para reconhecer os Wiradjuri, donos da terra onde o telescópio fica.

Os Wiradjuri são alguns dos primeiros povos da Austrália que ocuparam o continente e suas ilhas adjacentes por mais de 65.000 anos.

ANÚNCIO

O telescópio recebeu o nome de Murriyang, que representa o ‘Skyworld’, que traduzido do inglês significa ‘Céu do mundo”.

O icônico telescópio australiano foi batizado de Murriyang, e o significado é lindo
Murriyang ou Parkes Telescópio em 2008. (David McClenaghan / CC BY 3.0)

Os dois telescópios menores no Observatório Parkes do CSIRO também receberam nomes Wiradjuri.

A equipe do telescópio trabalhou por dois anos em colaboração com Wiradjuri Elders e outros grupos indígenas no projeto de nomenclatura do telescópio.

ANÚNCIO

Leia também: Depois de 86 anos, os físicos finalmente fizeram um cristal de elétron

A ONU estima que 90% de todas as línguas desaparecerão em 100 anos. A grande maioria dessas línguas é falada por povos indígenas, e essas línguas únicas estão em perigo de extinção.

O icônico telescópio australiano foi batizado de Murriyang, e o significado é lindo
Imagem de crianças da aldeia Wiradjuri localizada ao oeste de Sydney. Foto: (Reprodução/ Internet).

As línguas indígenas são uma parte essencial da identidade coletiva de um povo e muitas vezes estão vinculadas à terra ou região tradicionalmente ocupada pelos povos indígenas. Quando a linguagem morre, esse senso de comunidade conectada também pode desaparecer.

Saiba mais: NASA anunciará uma ‘emocionante nova descoberta sobre a lua’ na segunda-feira

A instalação do telescópio está localizada no país de Wiradjuri, no centro-oeste de Nova Gales do Sul, a aproximadamente 380 quilômetros (236 milhas) a oeste de Sydney.

Os nomes dos telescópios menores:

O icônico telescópio australiano foi batizado de Murriyang, e o significado é lindo
Povo Wiradjuri diante telescópio Giyalung Miil. Foto: (Reprodução/ Internet)

Giyalung Miil, para a antena de teste ASKAP de 12 metros (39 pés), significa: “Olho esperto”, “Olho inteligente”.

Este telescópio foi comissionado em 2008 como um teste para um novo tipo especial de tecnologia de receptor (um phased array feed, PAF) usado nas antenas Australian Square Kilometer Array Pathfinder (ASKAP) da CSIRO. O PAF é capaz de ver diferentes partes do céu simultaneamente, tornando-o um ‘olho inteligente’.

Fique por dentro: Físicos armazenam e transportam luz usando memória quântica

Giyalung Guluman, para a antena desativada de 18 metros (59 pés), significa ‘Prato Inteligente’.

O icônico telescópio australiano foi batizado de Murriyang, e o significado é lindo
Foto: (Reprodução/ Internet).

Essa antena tinha a capacidade de se mover ao longo de uma ferrovia enquanto observava e, quando ligada à antena principal de 64 metros (210 pés), tornou-se fundamental nos primeiros trabalhos que determinavam o tamanho e o brilho das fontes de rádio no céu.

Leia também: 3 cientistas ganham prêmio Nobel de física por pesquisa sobre buracos negros

A antena foi originalmente montada no site do rádio telescópio CSIRO Fleurs, Penrith NSW em 1960, foi transportada para Parkes em 1963 e tornou-se operacional em 1965.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO