Mulher afegã ficou cega e foi esfaqueada por conseguir emprego

ANÚNCIO

Uma mulher de 33 anos no Afeganistão foi baleada e esfaqueada por trabalhar, em meio a uma série de ataques contra mulheres no país nos últimos meses. 

Khatera, que tem apenas um nome, era policial na província de Ghazni havia três meses quando o incidente aconteceu, deixando-a cega.

ANÚNCIO

As autoridades locais e a própria Khatera alegaram que o Taleban foi responsável pelo ataque perpetrado por três homens em uma motocicleta.

Mulher afegã ficou cega e foi esfaqueada por conseguir emprego
Foto: (Reprodução/ Internet)

Um porta-voz do Taleban negou o envolvimento do grupo no ataque, acrescentando que era uma questão familiar.

O pai de Khatera, que supostamente desaprovou que ela aceitasse um emprego, foi levado sob custódia após o ataque, disse a polícia.

ANÚNCIO

Leia também: Veja o preço do carregador e dos fones da Apple que serão vendidos separadamente em 2021

Ela acrescentou que seu pai havia dado uma cópia de sua carteira de identidade a membros locais do Taleban, enquanto mencionava que no dia do ataque ele a havia contatado várias vezes para pedir sua localização.

A agência de notícias não conseguiu falar com o pai de Khatera para comentar.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: INDEPENDENT

ANÚNCIO