Jogadores do campeonato alemão se isentam de ação disciplinar por homenagearem Floyd

ANÚNCIO

O atacante do Borussia Dortmund, Jadon Sancho, e outros jogadores do campeonato alemão não enfrentarão ações disciplinares depois de terem feito declarações anti-racismo durante as partidas do último fim de semana.

O atacante inglês Sancho exibiu uma camiseta ‘Justice for George Floyd’ depois de marcar contra Paderborn.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

Floyd, um negro desarmado, morto em 25 de maio por um policial branco de Minneapolis.

Os protestos foram realizados nos Estados Unidos e no mundo.

Um companheiro de equipe de Sancho, Achraf Hakimi, também usava uma camiseta ‘Justice for George Floyd’, enquanto Weston McKennie, do Schalke, usava uma braçadeira com a mensagem e Marcus Thuram, do Borussia Monchengladbach, ajoelhou-se em homenagem a Floyd após marcar.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)

Em um comunicado, a Federação Alemã de Futebol (DFB) disse que nenhum processo seria realizado contra os quatro jogadores “por causa de suas declarações de solidariedade e anti-racismo”.

Ele acrescentou: “O painel também pretende manter essa linha no caso de novas campanhas anti-racismo para marcar a morte violenta de George Floyd nos próximos dias da partida”.

As regras da Fifa afirmam que os jogadores não devem exibir declarações políticas, mas o presidente Gianni Infantino disse na terça-feira: “Para evitar dúvidas, em uma competição da Fifa, as recentes demonstrações de jogadores nas partidas da Bundesliga merecem aplausos e não punição”.

“Todos devemos dizer não ao racismo e a qualquer forma de discriminação.”

O presidente da DFB, Fritz Keller, disse: “Congratulo-me expressamente com a decisão de longo prazo do comitê de controle da DFB e estou muito feliz com isso. A DFB é firmemente contra todas as formas de racismo, discriminação e violência e defende tolerância, abertura e diversidade – valores Que também estão nos estatutos do DFB.”

“Portanto, as ações dos jogadores têm nosso respeito e entendimento.”

O Dr. Anton Nachreiner, presidente do comitê de controle da DFB, acrescentou: “É claro que o comitê de controle da DFB sempre tem os requisitos das regras de futebol da FIFA e dos regulamentos da DFB em mente”.

“No caso específico, no entanto, essas campanhas são direcionadas contra os racistas pelos jogadores, comprometidas com valores pelos quais o DFB também defende e sempre defende”.

A Associação de Futebol disse que adotaria uma “abordagem de senso comum” a quaisquer protestos como os vistos na Bundesliga quando o futebol inglês for retomado no final deste mês.

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: BBC.

ANÚNCIO