Aqui está o que você precisa saber sobre o valor vertiginoso do Bitcoin

ANÚNCIO

O Bitcoin continua a ser negociado perto de seu recorde histórico atingido este mês. No momento, seu preço está em torno de US $ 34.000 – cerca de 77% a mais no mês anterior e 305% no ano anterior.

Lançado pela primeira vez em 2009 como uma moeda digital, o Bitcoin foi por um tempo usado como dinheiro digital na periferia da economia.

ANÚNCIO

Desde então, tornou-se mainstream. Hoje, ele é usado quase exclusivamente como uma espécie de ‘ouro digital‘. Ou seja, um ativo digital escasso.

Aqui está o que você precisa saber sobre o valor vertiginoso do Bitcoin
Foto: (Reprodução/ Internet).

Em resposta ao risco de colapso econômico devido à COVID, governos em todo o mundo inundaram os mercados globais com dinheiro criado pelos bancos centrais, a fim de impulsionar os gastos e ajudar a salvar a economia.

Mas aumentar a oferta de dinheiro corrói seu valor e leva as pessoas a procurarem ativos resistentes à inflação para manter. Nesse clima, o Bitcoin se tornou uma proteção contra a inflação iminente e os baixos retornos de outros tipos de ativos.

ANÚNCIO

O que é Bitcoin?

Bitcoin, a maior criptomoeda do mundo por capitalização de mercado, tem um suprimento circulante atual de 18.590.300 bitcoins e um suprimento máximo de 21.000.000.

Este limite está codificado no protocolo Bitcoin e não pode ser alterado. Isso cria uma escassez artificial, o que garante que o dinheiro digital aumente em valor com o tempo.

Leia também: Preço do Bitcoin ultrapassa US $ 20.000, estabelecendo novo recorde

Enquanto moedas emitidas pelo governo, como o dólar australiano, podem ter sua oferta aumentada à vontade pelos bancos centrais, o Bitcoin tem uma oferta fixa que não pode ser inflada por decisões políticas.

Aqui está o que você precisa saber sobre o valor vertiginoso do Bitcoin
Foto: (Reprodução/ Internet).

O Bitcoin é predominantemente negociado em bolsas de criptomoedas online, mas também pode ser enviado, recebido e armazenado em “carteiras digitais” em hardware específico ou aplicativos de smartphone.

Fique por dentro: Preço do bitcoin atinge recorde de 2020, conforme os investidores recorrem à criptomoeda durante a pandemia

Mas talvez o aspecto mais inovador da rede Bitcoin seja que ela se baseia no trabalho de criptógrafos e cientistas da computação para existir como uma moeda digital baseada em blockchain.

Um blockchain público é um banco de dados “imutável”, o que significa que o registro do histórico de transações não pode ser alterado.

Uma moeda digital funcional e descentralizada

Aqui está o que você precisa saber sobre o valor vertiginoso do Bitcoin
Foto: (Reprodução/ Internet).

Bitcoin é ‘descentralizado’. Em outras palavras, ele funciona por meio de uma rede peer-to-peer dispersa, em vez de por meio de uma autoridade central, como um banco central.

E faz isso por meio da participação de ‘mineiros’ de Bitcoin. É qualquer pessoa que opte por executar um software para validar as transações Bitcoin no blockchain. Normalmente, essas pessoas estão ativamente envolvidas com a criptomoeda.

Saiba mais: Descubra o que fazer para comprar carro sem imposto

Eles são recompensados ​​com bitcoins, mais dos quais são criados a cada dez minutos. Mas a recompensa paga aos mineiros diminui pela metade a cada quatro anos.

Essa redução gradual foi codificada na rede pelo criador Satoshi Nakamoto, que a projetou dessa forma para imitar o processo de extração de ouro real – mais fácil no início, mas mais difícil com o tempo.

Por que o Bitcoin é importante?

Existem algumas explicações possíveis de porque o Bitcoin agora é considerado significativo por tantas pessoas.

  • É um ativo ‘seguro’
  • Ele se conecta a ideologias voltadas para a privacidade

Bitcoin (e criptomoeda em geral) não é política e ideologicamente neutra. Ele nasceu na era da Internet, repleta de graves preocupações com a privacidade.

Imaginando novos futuros

Aqui está o que você precisa saber sobre o valor vertiginoso do Bitcoin
Foto: (Reprodução/ Internet).

A partir de um quadro de referência mais amplo, as criptomoedas descentralizadas permitem novas maneiras de coordenar sem a necessidade de um árbitro central.

E as redes descentralizadas baseadas em blockchain não permitem apenas dinheiro digital. Semelhante aos aplicativos de smartphone comuns, os desenvolvedores de software em todo o mundo estão construindo aplicativos descentralizados (DApps) em cima do Bitcoin e outros protocolos de blockchain.

Saiba mais: Entenda as vantagens da parceria entre Nubank e Paypal

Eles introduziram outras criptomoedas, como Ethereum, que também são plataformas abertas ao público.

Outros DApps incluem ferramentas financeiras descentralizadas (DeFi) para mercados de previsão, empréstimo e empréstimo de criptomoedas, investimento e financiamento coletivo.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: Coindesk, The converstion e ScienceAlert

ANÚNCIO