A música cria sensações extremamente prazerosas não só para o corpo, mas também para mente. Confira

ANÚNCIO

Quer seja Mozart ou metal, ouvir música pode ser uma experiência intensa.

Ouvir sua música favorita pode trazer à tona memórias alegres envolvidas em nostalgia, enquanto uma melodia elevada pode enviar um arrepio na espinha.

ANÚNCIO

Esta sensação de formigamento ‘frio’ que você sente pode realmente ser vista em imagens do cérebro.

A música cria sensações extremamente prazerosas não só para o corpo, mas também para mente. Confira
Foto: (Reprodução/ Internet).

Agora, os cientistas analisaram os padrões de atividade cerebral associados a arrepios musicais agradáveis.

Neste estudo, um dispositivo de EEG de alta densidade foi usado para medir ondas de atividade elétrica no cérebro das pessoas enquanto ouviam música com fones de ouvido e eletrodos no couro cabeludo.

ANÚNCIO

Leia também: Músicas retrô selvagens que você nunca ouviu para ajudá-lo a passar pelo lockdown

A equipe de pesquisa pediu a 11 mulheres e 7 homens (que disseram que frequentemente experimentam ondas de prazer musical) para ouvir uma coleção de 15 minutos de bites sonoros de 90 segundos. 

A música cria sensações extremamente prazerosas não só para o corpo, mas também para mente. Confira
Dispositivo EEG. Foto: (Reprodução/ Internet)

Alguns trechos foram retirados das músicas indutoras de frio favoritas dos participantes, e outras gravações foram selecionadas pelos pesquisadores.

Anteriormente, a pesquisa mostrou que os calafrios musicais ocorrem em duas fases: a antecipação antes do pico do frio enquanto a música está crescendo e o prazer está crescendo, que é seguido por uma segunda fase de pico do prazer. 

Fique por dentro: Qual foi o melhor ano para a música?

Os 18 amantes da música neste estudo, submetidos a um EEG, relataram quando sentiram um arrepio chegando. Mais de 300 arrepios foram registrados, cada um durando cerca de 9 segundos em média. 

A música cria sensações extremamente prazerosas não só para o corpo, mas também para mente. Confira
Foto: (Reprodução/ Internet).

A boa notícia é que os pesquisadores não encontraram relação entre o número de calafrios experimentados e os anos de treinamento musical que uma pessoa pode ter tido.

Ou seja, mesmo que você não tenha talento musical, não há barreira para sentir calafrios. Você ainda pode desfrutar de música da mesma forma.

Saiba mais: Quer baixar vídeo e música de funk pelo celular? Conheça 3 apps gratuitos

Uma análise mais aprofundada dos resultados do EEG mostrou que quando os participantes sentiram um calafrio e suas taxas de excitação aumentaram, a atividade cerebral também aumentou no córtex pré-frontal, o lobo frontal do cérebro.

A música cria sensações extremamente prazerosas não só para o corpo, mas também para mente. Confira
Foto: (Reprodução/ Internet).

Eles também identificaram dois padrões específicos de calafrios associados à atividade na área motora suplementar do mesencéfalo (ou SMA) e no lobo temporal direito, uma região que processa sons e pode estar relacionada à apreciação musical.

Veja também: Spotify Duo vs. Família vs. Individual: Qual plano Premium do Spotify é o melhor?

O prazer musical é um fenômeno muito interessante que merece ser investigado mais a fundo, a fim de entender por que a música é gratificante e desvendar por que a música é essencial na vida humana.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO