PIS/PASEP 2020: abono salarial, datas de saques e mais

ANÚNCIO

Muitas pessoas têm diversas dúvidas sobre o assunto PIS/PASEP. Hoje, vamos falar aqui, sobre tudo que você precisa saber. Para começar, entenda que o PIS é voltado para os trabalhadores que são contratados pela iniciativa privada e o PASEP é para os funcionários públicos. 

O pagamento do PIS é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal e o pagamento do PASEP é função do Banco do Brasil. Trata-se de um serviço que é lei e direito de todo trabalhador. 

ANÚNCIO

Dentro desse contexto, nós temos uma palavrinha mágica e ela é: abono salarial. É um valor que alguns trabalhadores têm direito, podendo chegar até o valor vigente de 1 salário mínimo. Imagine estar passando por um aperto financeiro e receber um dinheirinho extra? Muito bom, né?

PIS
Foto: (reprodução/internet)

Você deve estar se perguntando: será que eu tenho direito? Quando eu posso receber meu dinheirinho extra? Para solucionar essa e outras questões, continue a sua leitura que vamos explicar tudo.

Quem tem direito ao abono salarial?

Quando você inicia a sua vida profissional, é necessário solicitar a carteira de trabalho para ser registrado, certo? Nesse processo, o trabalhador recebe um cadastro no PIS. Para ter acesso ao abono salarial, é necessário estar inscrito há pelo menos 5 anos

ANÚNCIO

Não importa se você ficou trabalhando durante todo esse tempo ou não, o que conta é a data em que o seu registro foi feito. No entanto, muitos acreditam que não têm direito por não ter trabalhado todo o período. O que acontece, é que você receberá um valor proporcional ao período trabalhado

Teto de dois salários mínimos estabelecido

Outra exigência é que o trabalhador só terá direito se não tiver recebido mais de dois salários mínimos. Se você ganha ou ganhou um salário maior, não tem direito. O trabalhador recebe no ano atual os rendimentos do ano anterior. Então se você trabalhou no mínimo 30 dias ano passado, receberá um pagamento proporcional esse período. 

A última exigência é que o seu registro precisa estar completo e em dia. Isso é o seu empregador quem faz. O nome desse registro é RAIS ( Relação Anual de Informações Sociais).

Quanto eu vou receber de abono salarial?

Como falamos anteriormente, o valor é proporcional aos meses trabalhados. Se você trabalhou de carteira assinada os 12 meses do ano anterior, vai receber 1 salário mínimo completo. 

Cada mês equivale a 1/12 do salário mínimo, então, é só fazer o cálculo baseado nos meses trabalhados e você saberá quanto deverá receber. 

Como eu faço para sacar o meu dinheiro?

Se você já tem alguma conta na Caixa Econômica Federal, seja ela conta corrente ou poupança, quando chegar na data estabelecida o valor será depositado.

Se não possui uma conta nesta instituição, deverá utilizar o seu Cartão do Cidadão e se dirigir até uma agência do mesmo banco ou Casa Lotérica para sacar o seu dinheiro. Não esqueça de levar o seu documento de identificação pessoal, como RG ou CNH

Fique atento às datas de recebimento do PIS

O prazo de pagamento do PIS equivalente aos anos anteriores, acaba em março de 2020. Então, fique de olho! O próximo calendário de recebimento será disponibilizado em junho desse ano

É importante não perder as datas para que você não perca o seu benefício. O informativo do site da caixa, diz o seguinte: “O abono salarial estará disponível para saque até 30 de junho de 2020.” 

Central de atendimento da Caixa Econômica Federal 

Para mais informações a respeito do seu PIS 2020, procure uma agência da Caixa mais próxima da sua casa e se informe. Ou então, você poderá ligar para o 0800 726 0207 e falar com um atendente. 

ANÚNCIO