Anti-máscaras forçados a cavar sepulturas para vítimas de COVID-19 na Indonésia

ANÚNCIO

As autoridades locais na Indonésia ordenaram que oito pessoas que violaram as leis de máscara facial do país cavassem sepulturas para as vítimas do COVID-19, de acordo com um relatório.

A província de Java Oriental puniu os violadores de máscara com o trabalho manual em um cemitério local na esperança de dissuadir outros de desconsiderar o mandato de cobertura facial nacional, relatou o Jakarta Post.

ANÚNCIO

“Existem apenas três coveiros disponíveis no momento, então achei melhor colocar essas pessoas para trabalhar com eles”, disse o político Suyono à mídia local, de acordo com o jornal do país.

Foto: (Reprodução/ Internet).

“Esperançosamente, isso pode criar um efeito dissuasor contra violações”, acrescentou.

Nenhum dos violadores das regras foi forçado a lidar com os cadáveres, informou a agência. Somente autoridades locais de saúde usando equipamento de proteção de corpo inteiro estão autorizados a fazê-lo para limitar o risco de exposição.

ANÚNCIO

Leia também: Especialistas alertam que ainda estamos terrivelmente despreparados para outra pandemia

A Indonésia viu as infecções aumentarem com mais de 221.000 casos, incluindo pelo menos 8.841 mortes, de acordo com os últimos números da Universidade Johns Hopkins.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: New York Post

ANÚNCIO