Veja como solicitar R$ 600 de auxílio emergencial do Governo

ANÚNCIO

O auxílio de 600 reais, usado para suprir trabalhadores informais, foi liberado nesta terça-feira (7). O benefício é para trabalhadores que não possuam carteira assinada, desempregados, autônomos, microempreendedores e beneficiários do Bolsa Família.

O valor foi liberado para conter a crise financeira dessa classe de trabalhadores informais e desempregados visando fornecer por três meses a renda para sustento pessoal e da família. O pagamento está previsto para dia 14 de abril e necessita de cadastro especial.

Preenchendo os requisitos de renda mínima é necessário estar cadastrado no Cadastro Único do governo. Para quem não está, a caixa criou outra forma de realizar o cadastramento de beneficiários do auxílio emergencial. Ele é feito via aplicativo ou site da caixa.

Foto: Reprodução/internet

Veja como acessar as plataformas e solicitar o seu auxílio

Recebimento pelo Cadastro Único

Todos aqueles que se encaixam na categoria de trabalhador informal, desempregado e MEI e já possuem o Cadastro Único, irão receber o auxílio automaticamente. Para estes casos, não há necessidade de inscrição via site ou aplicativo.

ANÚNCIO

O CadÚnico auxilia na verificação de renda e de outros dados importantes para a verificação do governo. Não há como realizar novos cadastros neste momento, somente quem já está inscrito irá receber por este veículo.

Estão inscritos aqueles que participam de programas sociais do governo federal como o Bolsa Família, que é o único benefício dentre os programas do governo que receberá o auxílio. Para saber se você está inscrito no CadÚnico basta acessar o site do Ministério da Cidadania ou então baixar o aplicativo do Meu CadÚnico para Android ou iOS.

Faça sua solicitação pelo site

Para quem não possui o CadÚnico é preciso fazer sua autodeclaração para receber o auxílio. Ela é feita no site da Caixa Econômica Federal. O site exemplifica que recebem aqueles que preencham os requisitos da pasta. São eles, possuir mais de 18 anos sem emprego formal e renda média.

O site também deixa claro que o auxílio não se destina a beneficiários da previdência, seguro-desemprego ou outro programa do governo, com exceção do Bolsa Família. A renda por pessoa deve ser de até R$ 522,50, ou a renda familiar de até R$ 3.135,00.

Na página, é possível realizar a sua solicitação e também fazer o acompanhamento dela. Declarando que você se encaixa nos requisitos acima o cadastro preenchendo os dados básicos pessoas.

auxílio
Foto: Reprodução/internet

Baixe o aplicativo para solicitar seu auxílio aqui

O ministro Onyx Lorenzoni afirmou que o cadastro deve ser feito preferencialmente pelos canais da internet. Tanto pelo site como pelo aplicativo. Apenas quem não possui de forma alguma acesso à internet deve fazer o registro nas agências da Caixa ou lotéricas.

Como a intenção é não formar uma aglomeração, acessar o aplicativo é uma ótima opção. Para solicitar o seu auxílio com ele, basta realizar o download pelo seu celular. Acesse aqui se o seu aparelho for Android ou iOS.

Tanto no aplicativo como no site, você preenche seu nome completo, CPF, data de nascimento, e nome da mãe. Após o cadastro a sua solicitação fica em análise e é possível acompanhar pelo próprio app quando ou se aprovada.

Informações sobre a conta de recebimento

No app você também coloca uma conta já existente para receber ou pode abrir uma conta poupança digital para isso. As contas pode ser tanto da Caixa como do Banco do Brasil. 

É Importante que a conta cadastrada não esteja negativada pois é possível que o banco de destino tome o valor depositado.

O telefone 111 também fica disponível para solicitar informações.

ANÚNCIO