TikTok pede ao tribunal que intervenha quando a ordem de Trump se aproxima

ANÚNCIO

O popular aplicativo de compartilhamento de vídeo TikTok, seu futuro no limbo desde que o presidente Donald Trump tentou fechá-lo no início deste outono, está pedindo a intervenção de um tribunal federal.

O dono chinês da TikTok, ByteDance, tem até quinta-feira para vender suas operações nos EUA sob uma ordem executiva que Trump assinou em agosto.

ANÚNCIO

Em setembro, Trump deu sua aprovação provisória a uma proposta da ByteDance destinada a resolver as preocupações com a segurança nacional dos EUA, colocando a TikTok sob a supervisão das empresas americanas Oracle e Walmart, cada uma das quais também teria uma participação financeira na empresa. 

TikTok pede ao tribunal que intervenha quando a ordem de Trump se aproxima
Foto: (Reprodução/ Internet).

Mas TikTok disse esta semana que não recebeu “nenhuma clareza” do governo dos EUA sobre se suas propostas foram aceitas.O negócio está sob uma revisão de segurança nacional pelo Comitê de Investimento Estrangeiro dos Estados Unidos, ou CFIUS, que é liderado pelo Departamento do Tesouro. O Departamento do Tesouro não retornou pedidos de comentários por e-mail esta semana.

Trump citou preocupações de que o governo chinês possa espionar os usuários do TikTok se o aplicativo continuar sob propriedade chinesa. A TikTok negou que seja uma ameaça à segurança, mas disse que ainda está tentando trabalhar com o governo para resolver suas preocupações.

ANÚNCIO

Leia também: TikTok reúne Facebook, Twitter e outras plataformas de mídia social para regular conteúdo prejudicial

O governo Trump havia tentado anteriormente banir o aplicativo das lojas de aplicativos de smartphones e privá-lo de serviços técnicos vitais, mas os juízes federais até agora bloquearam essas ações.

A TikTok agora espera que o Tribunal de Apelações dos EUA para o Circuito do Distrito de Columbia analise a ordem de desinvestimento de Trump e a revisão da segurança nacional do governo.
 

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO