Sim, o óleo de palma é prejudicial. Mas o boicote pode estar piorando as coisas

ANÚNCIO

A indústria do óleo de palma não é boa para o planeta. Abrir espaço para essas plantações inevitavelmente levou ao desmatamento, drenagem de turfeiras, queima generalizada, perdas de biodiversidade, emissões de gases de efeito estufa e poluição do ar. Mas que opções mais verdes temos? 

Com poucas pesquisas sobre os impactos ambientais de culturas alternativas, alguns pesquisadores acham que poderíamos estar trocando um mal por outro ainda pior. Boicotar o óleo de palma pode fazer sentido por razões sociais e políticas, dizem eles, mas ambientalmente pode piorar as coisas.

ANÚNCIO

Uma revisão comparando os impactos do óleo de palma e dos óleos vegetais agora reforçou essas preocupações.

Sim, o óleo de palma é prejudicial. Mas o boicote pode estar piorando as coisas
Foto: (Reprodução/ Internet).

Embora existam perigos ambientais muito reais quando se trata da indústria do óleo de palma, a pesquisa sobre o impacto e as compensações de outras culturas é severamente limitada.

Leia também: As ‘Estatuetas de Vênus’ da Idade da Pedra têm uma nova explicação e são surpreendentemente tocantes

ANÚNCIO

Mesmo assim, estamos recorrendo a eles em números cada vez maiores. Em geral, a demanda por óleos vegetais, dos quais o óleo de palma é um subconjunto, deve aumentar 46% até 2050. Embora outras culturas de óleo vegetal possam competir por essa demanda, muitas também requerem desmatamento e limpeza de terras.

As plantações de óleo de palma, por outro lado, rendem até dez vezes mais produto por unidade de terra e podem ser cultivadas em locais inadequados para muitas outras culturas. 

Sim, o óleo de palma é prejudicial. Mas o boicote pode estar piorando as coisas
Foto: (Reprodução/ Internet).

Um relatório da União Internacional para a Conservação da Natureza de 2018 informou que as palmeiras de óleo representam cerca de 35% de todas as plantações de óleo vegetal, enquanto crescem em apenas 10% da terra alocada.

Leia também: Arqueólogos descobrem rede oculta de aldeias amazônicas dispostas como faces de relógio

Está claro que o óleo de palma desempenhou um papel fundamental no desmatamento em todo o mundo, especialmente no início, quando novas plantações estavam sendo adicionadas. Mas entre 2000 e 2013, uma revisão de 23 estudos descobriu que apenas 0,2% do desmatamento global foi causado pelo desenvolvimento do dendê. 

Hoje, culturas alternativas como a soja causam na verdade o dobro do desmatamento, especialmente em ecossistemas preciosos como a Amazônia.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO