Seus sonhos são mais complexos dependendo do estágio em que você se encontra enquanto dorme

ANÚNCIO

A qualidade e a complexidade dos sonhos parecem mudar com nossos estágios do sono, de acordo com uma nova análise.

Antes do século XXI, costumávamos pensar que os sonhos ocorriam apenas durante o sono REM, mas pesquisas mais recentes mostram que as pessoas às vezes se lembram dos sonhos mesmo quando são acordadas de estágios não REM do sono. 

ANÚNCIO

Se esses dois tipos de sonho são inerentemente diferentes, é algo que os neurocientistas ainda estão tentando descobrir.  

Seus sonhos são mais complexos dependendo do estágio em que você se encontra enquanto dorme
Foto: (Reprodução/ Internet)

Quando os pacientes são acordados durante o sono REM, a pesquisa mostra que eles geralmente podem se lembrar de sonhos elaborados, vívidos e emocionantes, semelhantes a histórias. 

Em contraste, aqueles que foram acordados durante os estágios não REM lembram-se menos de seus sonhos, e os próprios sonhos tendem a ser mais parecidos com pensamentos.

ANÚNCIO

Fique por dentro: Cientistas descobrem que o sono pode afetar na nossa felicidade

Essas são descobertas importantes, mas também se baseiam em relatórios subjetivos. 

Os sonhos REM são frequentemente descritos com mais palavras, por exemplo, mas quando o comprimento da descrição é controlado, as diferenças na elaboração desaparecem ou são muito reduzidas.

Seus sonhos são mais complexos dependendo do estágio em que você se encontra enquanto dorme
Foto: (Reprodução/ Internet)

Pesquisadores no Brasil desenvolveram agora uma ferramenta de análise de alta velocidade que pode pegar esses relatórios qualitativos e exibi-los em uma forma de gráfico mais objetiva, levando em consideração vieses tanto de comprimento quanto de idioma.

Saiba mais: Paralisia do sono – Porque acontece?

Sabemos que os sonhos do REM são mais longos e mais parecidos com os filmes“, diz o neurocientista Sidarta Ribeiro, da Universidade de São Paulo, no Brasil. 

Em comparação com os métodos tradicionais, que dependem da análise do significado das palavras, essa análise gráfica não semântica foi capaz de focar no tom geral do que foi dito.

Seus sonhos são mais complexos dependendo do estágio em que você se encontra enquanto dorme
Foto: (Reprodução/ Internet)

Concentrando-se em 133 relatos de sonhos coletados anteriormente de 20 participantes, que foram acordados em diferentes estágios do sonho, os pesquisadores traçaram as palavras, substituindo-as por nós em um gráfico.

Analisando sua organização estrutural, a nova ferramenta descobriu que os relatórios dos sonhos REM eram muito mais complexos e cheios de informações conectadas em comparação com os sonhos durante o sono não REM.

Leia também: Cientistas descobrem o que acontece em nossos cérebros quando fazemos uma ‘suposição fundamentada’

Comparados aos sonhos REM, os sonhos do estágio N2 – um sono profundo, não REM e de ondas lentas – eram mais curtos, menos lembrados, menos intensos e mais parecidos com pensamentos. 

É claro que os estudos do sono apresentam muitas limitações além da mera subjetividade. 

Seus sonhos são mais complexos dependendo do estágio em que você se encontra enquanto dorme
Foto: (Reprodução/ Internet)

Ser acordado continuamente durante a noite pode estar afetando a qualidade do sono entre os voluntários.

A lembrança dos sonhos também pode ser distorcida pela inércia do sono – aquele estágio estranho entre acordar e dormir – embora a complexidade narrativa dos sonhos pareça permanecer a mesma, mesmo depois que os participantes acordaram adequadamente.

Fique por dentro: Há uma preocupação crescente COVID-19 pode desencadear uma onda de doença de Parkinson

Embora narrativas de sonhos complexas ainda possam ocorrer no sono não-REM, os autores suspeitam que a própria fisiologia do sono REM, que mostra grande atividade cortical e atonia muscular, seja um momento melhor para narrativas interativas se desenrolarem sem interrupções.

Os resultados do estudo não apenas complementam a literatura existente sobre relatos de sonhos e sono REM, mas também apoiam medições recentes e mais objetivas de bancos de dados de bancos de sonhos. 

Seus sonhos são mais complexos dependendo do estágio em que você se encontra enquanto dorme
Foto: (Reprodução/ Internet)

Um estudo publicado em 2020, por exemplo, usou um algoritmo para vasculhar 24.000 sonhos e encontrou vários “marcadores estatísticos” que sustentam a hipótese de que nossos sonhos são uma continuação da vida cotidiana.

Um algoritmo não é suficiente para resolver esse mistério, mas ferramentas matemáticas como essa podem ser úteis quando se trata de avaliar nosso sono e nossos sonhos com o mínimo de preconceito e com o máximo possível de fatores considerados.

O estudo atual foi conduzido em uma escala muito menor, mas oferece algumas das primeiras medições realmente objetivas de sonhos que temos.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO