Reguladores e especialistas dos EUA abordam questões polêmicas de estudos de vacinas

ANÚNCIO

Os reguladores dos EUA que decidirão o destino das vacinas COVID-19 tomaram uma medida incomum na quinta-feira: Perguntar a cientistas externos se seus padrões são altos o suficiente.

A Food and Drug Administration pode ter que decidir até o final do ano se permite o uso das primeiras vacinas contra o coronavírus. 

ANÚNCIO

Quinta-feira, um comitê consultivo federal começou a puxar a cortina sobre o processo de decisão, debatendo se as diretrizes que o FDA estabeleceu para desenvolvedores de vacinas são rigorosas o suficiente.

Reguladores e especialistas dos EUA abordam questões polêmicas de estudos de vacinas

A quantidade exata de dados que a F DA precisa para ter certeza de que uma vacina é segura e eficaz é uma questão chave para os consultores, e uma das principais desenvolvedoras de vacinas, a Moderna Inc., anunciou na quinta-feira que concluiu o processo de inscrição no teste final de sua injeção.

Uma pergunta ainda mais difícil: se o FDA permitir o uso emergencial de uma vacina antes do término do teste final, isso destruirá as chances de descobrir como aquela injeção – e talvez os concorrentes ainda em estudo – realmente funciona?

ANÚNCIO

Fique por dentro: Será que algum dia chegaremos ao ‘Zero COVID-19’?

É um momento crítico na história de 114 anos do FDA. O governo gastou bilhões para criar uma vacina por meio de um processo de pesquisa que geralmente leva anos, e a FDA enfrenta uma pressão sem precedentes do governo Trump, alimentando o ceticismo público de que a política poderia anular a ciência.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO