Psicólogos informam o traço de personalidade que torna mais complicado o bloqueio

ANÚNCIO

Para ajudar a derrotar – ou pelo menos conter – COVID-19, as pessoas em todo o mundo foram orientadas a ficar em casa este ano, para diminuir a transmissão do patógeno generalizado que alterou drasticamente o curso de 2020.

Dependendo da gravidade dos surtos, às vezes ser aconselhado a ‘abrigar-se no local’ é apenas isso: conselho. Outras vezes, é uma ordem estritamente cumprida.

ANÚNCIO

Independentemente do rigor, nem todos acham igualmente fácil seguir a orientação, e um novo estudo identifica os tipos de personalidade com maior probabilidade de obedecer ou desobedecer às diretrizes.

Psicólogos informam o traço de personalidade que torna mais complicado o bloqueio
Foto: (Reprodução/ Internet)

Uma equipe internacional de psicólogos analisou as respostas a uma pesquisa mundial avaliando o comportamento das pessoas e as percepções sobre o comportamento de outras pessoas durante março e abril deste ano.

Foi um período em que a pandemia COVID-19 se acelerou continuamente em muitos países.

ANÚNCIO

Leia também: Animais de estimação podem ser um tampão para a saúde mental durante o estresse da quarentena

Analisando as respostas de mais de 101.000 participantes em 55 países, além das decisões pessoais das pessoas, a equipe considerou também as decisões governamentais. 

Isto é, quão rígidas eram as medidas de permanência em casa, abrangendo políticas como fechamento de escolas e locais de trabalho, cancelamento de eventos, suspensão do transporte público e restrições ao movimento nacional e internacional, entre outros.

Psicólogos informam o traço de personalidade que torna mais complicado o bloqueio
Foto: (Reprodução/ Internet)

Não surpreendentemente, em áreas onde as políticas governamentais eram mais rigorosas, as pessoas eram mais propensas a se abrigar no local.

Isso era de se esperar, mas não é tudo que a pesquisa mostrou.

Veja também: Os cientistas podem ter descoberto onde pensamentos indesejáveis estão se escondendo no cérebro

Os entrevistados também responderam a uma série de perguntas destinadas a avaliar seu tipo de personalidade, com base no que é conhecido como os Cinco Grandes traços de personalidade: abertura à experiência, consciência, extroversão, afabilidade e neuroticismo.

Psicólogos informam o traço de personalidade que torna mais complicado o bloqueio
Foto: (Reprodução/ Internet)

A equipe descobriu que esses fatores de personalidade ajudaram independentemente a prever se as pessoas ficavam em casa ou não, com pontuações mais altas em abertura, conscienciosidade, amabilidade e neuroticismo, todos prevendo taxas mais altas de abrigo no local.

Fique por dentro: 7 Coisas para fazer em casa durante a quarentena

Os extrovertidos, por outro lado, tinham uma probabilidade significativamente menor de ficar em casa enquanto várias medidas de bloqueio estavam em vigor, descobriram os pesquisadores.

Psicólogos informam o traço de personalidade que torna mais complicado o bloqueio
Foto: (Reprodução/ Internet)

Em contraste, as pessoas com baixa pontuação em abertura e neuroticismo exibiram uma tendência de não ficar em casa durante as medidas de desligamento.

Leia também: Coronavírus: Como trabalhar em casa quando se tem filhos.

Embora pesquisas autorrelatadas como essa tenham inúmeras limitações, os pesquisadores afirmam que descobertas como essa têm lições valiosas para governos e autoridades de saúde. 

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO