Dicas para estimular o cérebro a produzir substâncias relacionadas a felicidade

ANÚNCIO

A felicidade é um sentimento que dispensa qualquer explicação, isso porque, são nesses momentos que nos sentimos mais leves e otimistas. O que nem todos imaginam é que existem algumas maneiras de estimular essa sensação sem que necessariamente ocorra algo extraordinário. 

Por se tratar de um sentimento tão agradável, cientistas já buscam formas de identificar o que acontece com o nosso corpo nesses momentos. Com isso, descobriu-se que um dos caminhos para prolongar esse sentimento, é por meio do estímulo dos neurônios a produzirem serotonina, endorfina, dopamina e oxitocina – neurotransmissores considerados protagonistas dos momentos felizes. 

ANÚNCIO
felicidade
Foto: (reprodução/internet)

De acordo com estudos, essas substâncias químicas funcionam como mensageiros capazes de ativar algumas áreas do cérebro responsáveis por determinados estados de ânimo e comportamentos. No entanto, o inconveniente, é que eles não ficam em atividade o tempo inteiro.  

Como acionar essas substâncias 

Esse quarteto de substâncias é acionado quando a mente detecta uma situação favorável, sendo desligado em seguida, por isso, a sensação de excitação e prazer duram por um curto período de tempo, sendo prolongada por alguns minutos, apenas. Ainda que a sua mente guarde esses momentos, o seu corpo pode não responder da mesma forma, resultando em um desânimo para sair. 

A boa notícia é que existe a possibilidade de acionar essas substâncias, e ainda podemos escolher se essa sensação virá acompanhada de excitação ou relaxamento. De acordo com especialistas, no momento e que identificamos a relação entre os neurotransmissores e a emoção que cada um promove na mente, é possível repetir episódios felizes, assim como evitar sentimentos desagradáveis como mau humor e tristeza.  

ANÚNCIO

O cérebro funciona como se fosse um carro: ele necessita de combustível, água, óleo e fluido para funcionar. Sendo assim, se algum desses componentes estiverem baixo, afetará o bom funcionamento do carro. Tomando isso como exemplo, o nosso cérebro funciona basicamente da mesma maneira, na falta de alguma dessas substâncias, como a serotonina, o mau humor se instala, no caso da endorfina, temos aquela conhecida sensação de desânimo, principalmente para a realização de atividades físicas. Com isso, as chances da tristeza ser alimentada crescem. 

Para evitar que isso ocorra, é necessário estimular as substâncias químicas responsáveis pela felicidade, falaremos um pouco melhor sobre cada uma delas a seguir, bem como as suas diferentes formas de acioná-las mais vezes em seu dia. 

1. Endorfina

A Endorfina é como se fosse uma morfina natural, pois aumenta a tolerância a dor e proporciona prazer e euforia durante – e um pouco depois de situações que envolvem stress físico – por isso, é comum ter uma sensação boa após a realização de algum treino, visto que é durante a prática de atividades físicas que ocorre a liberação da Endorfina pela glândula hipófise. 

Como fazer para atrair felicidade

Faça exercício

felicidade
Foto: (reprodução/internet)

A prática dos exercícios podem ser tanto aeróbico quanto anaeróbico, de intensidade moderada ou alta. Independente disso, malhar estimula a produção de endorfina, mas fique atento, o poder  do neurotransmissor pode trazer um alívio imediato até mesmo de cólicas menstruais, mas o exagero nos treinos podem anular o efeito da endorfina e causar estresse e irritação devido às dores no corpo nos dias seguintes. 

Dê risada

Existem outros métodos para liberar a endorfina, um deles é estimulando o riso assistindo a uma boa comédia ou assistindo algum vídeo engraçado. Um experimento realizado com alguns voluntários, comprovou que após verem 30 minutos de vídeos engraçados, os voluntários tiveram o cérebro escaneado e a imagem revelou um aumento do neurotransmissor. Os participantes relataram sensação de alegria e prazer depois da sessão de gargalhadas.

Dopamina

Existem algumas  substâncias que regulam as funções do nosso organismo e acabam ganhando apelidos populares como, por exemplo,  a dopamina que é conhecida como “hormônio do prazer” , do amor, do sexo e da felicidade. Se você está participando de uma competição o neurotransmissor que faz com que você aperte o passo para cruzar a linha de chegada é a dopamina. 

Essa substância serve como estímulo e motivação para que possamos buscar dar o nosso melhor, tanto no trabalho, quanto nos exemplos citados acima, ela é responsável pela motivação e pelo foco para conquistar um objetivo. 

Meditação para liberar a dopamina: 

felicidade
Foto: (reprodução/internet)

É cientificamente comprovado que, durante a prática da meditação, as pessoas apresentam altos níveis de dopamina – serotonina e endorfina em menor quantidade – no cérebro. O neurotransmissor facilita a concentração e o estado de presença necessário para acalmar a mente.

Aprender algo novo

Aprender algo novo é sempre bom, tanto para o nosso crescimento pessoal, quando fisicamente. O esforço acompanhado do fator novidade, favorece o processo de aprendizado em relação a dopamina e a ativação do mecanismo de recompensa do nosso cérebro. Por isso, busque sempre novas descobertas! 

Oxitocina

Essa certamente é uma das substâncias mais essenciais, isso porque, a sua ação está diretamente ligada aos laços afetivos. Aquela sensação de confiança de quando nos sentimos protegidos ou quando começa a nascer uma paixão por alguém. Durante a gestação e amamentação a liberação dessa substância e ainda mais intensificada. No momento do sexo isso também acontece em grandes proporções. No entanto, o isolamento social e tudo aquilo que impede a construção de relações afetivas acabam prejudicando a produção da oxitocina. 

Então, para atrair felicidade:

Receba uma massagem

As trocas de carinho, bem como o toque, estimulam a produção dessa substância. Seja por meio de uma massagem ou quando recebemos aquele bom e querido cafuné, praticar atividades físicas e cuidar de alguém também ajuda na ativação do neurotransmissor. 

Pratique o bem

Como dito anteriormente, uma das coisas que ajudam na ativação da oxitocina, são atitudes bondosas, especialmente quando sentimos que estamos fazendo a diferença, tais como, participar de trabalhos voluntários ou presentear alguém querido. 

Serotonina

A característica mais marcante dessa substância é porque estimula o nosso bem-estar, ele ajuda a produzir a sensação de ânimo e relaxamento. A falta de serotonina é preocupante pois pode estar associada a epidemia de depressão (doença definida pelos baixos níveis da substância no organismo) no mundo – e tem tudo a ver com a rotina desequilibrada de quem prioriza o trabalho e as obrigações e deixa em segundo plano o lazer, a atividade física e os relacionamentos saudáveis.

Então, para atrair felicidade:

Esteja sempre movimento 

Até mesmo uma simples caminhada pode ser um atalho para gerar uma sensação de bem-estar, coisas como, olhar os álbuns antigos da família e puxar na memória momentos que foram agradáveis também ajudam bastante a desencadear a serotonina. 

De acordo com especialistas, a atividade física regular aumenta a permeabilidade da barreira e melhora o aproveitamento do triptofano e dos antioxidantes ligados à produção de serotonina. 

Tome sol

Reserve 15 minutos do dia para se expor à luz natural – essencial para a produção de vitamina D, que, entre várias funções, eleva o nível de serotonina.

ANÚNCIO