Primeiro ministro da Austrália Ocidental fica consternado após nomeação de caçador esportista para posto de conservação a biodiversidade

ANÚNCIO

O primeiro-ministro da Austrália Ocidental, Mark McGowan, criticou a nomeação de um homem, para um posto de conservação do estado, que posou em fotos com animais mortos em caça esportiva.

O absurdo personificado

Jewell Crossberg foi nomeado gerente distrital interino do Departamento de Biodiversidade e Conservação da Austrália Ocidental em Esperance, na costa sul do estado.

ANÚNCIO

Ontem à noite, o 9News revelou fotos de Crossberg posando com animais de grande porte abatidos na África do Sul, incluindo uma zebra, uma girafa e um búfalo do Cabo.

Reações das autoridades

“Estou chocado com essa conduta, odeio isso”, disse McGowan.

“Você pensa: ‘O que passa pela cabeça das pessoas que fazem esse tipo de coisa? O que há de errado com elas?'”

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

O ministro do Meio Ambiente, Stephen Dawson, se recusou a comentar ontem à noite, mas esta manhã disse que ficou indignado.

“Somos uma agência de conservação e isso me choca ao pensar que qualquer um de nossos funcionários faria uma coisa dessas”, disse ele.

“Busquei alguns conselhos urgentes do departamento sobre o que pode ser feito.”

Foto: (reprodução/internet)

Crossberg foi contratado pelo departamento em 2017, mas as fotos remontam a uma década.

A líder da oposição Liza Harvey disse que foi um “fracasso completo” no processo de nomeação.

O choque transcendeu as fronteiras e até enfureceu a senadora da Tasmânia Jacquie Lambie.

“Que ato desumano é fazê-lo, mas depois espalhá-lo por toda a mídia social”, disse ela.

Foto: (reprodução/internet)

O absurdo continua

Crossberg foi defendido por Rick Mazza, do WA Shooters and Fishers Party.

“A caça desempenha um papel importante na conservação do meio ambiente”, disse ele.

“Ele é obviamente habilidoso nessa área e, se cumpriu os critérios, deve manter seu emprego.”

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: 9news.

ANÚNCIO