Porque o ‘Desafio do balde de gelo’ foi tão importante

ANÚNCIO

De desafio a evento beneficente

Centenas de pessoas mergulharam no oceano frio de uma praia de Massachusetts para homenagear Peter Frates, o ex-jogador de beisebol da faculdade cuja batalha contra a doença de Lou Gehrig ajudou a espalhar o desafio do balde de gelo da ELA.

Cerca de 1000 pessoas compareceram ao último “Mergulho para Pete” em Good Harbor Beach, Gloucester, e mais da metade delas enfrentou as águas geladas no que seria o 35º aniversário de Frates.

ANÚNCIO

O evento, em seu oitavo ano, arrecadou dinheiro para o Pete Frates #3 Fund, que ajudou a pagar as contas médicas de Frates.

Foto: (reprodução/internet)

“Ele está rindo tanto agora de eu entrar no oceano”, disse a esposa de Frates, Julie, que participou do mergulho pela primeira vez usando o biquíni que vestia quando conheceu o marido.

“Esta é a melhor festa de aniversário que ele poderia pedir e onde quer que esteja, ele está muito agradecido.”

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

Efeitos colaterais x Solidariedade

Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)

O ex-jogador de beisebol do Boston College , que morava em Beverly, um subúrbio ao norte de Boston, morreu em 9 de dezembro após uma batalha de sete anos com a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)

A família acumulou cerca de US $ 500.000 em dívidas pelos cuidados médicos do filho, disse o pai de Pete, John Frates, e o arrecadador de fundos final ajudará a diminuir a diferença.

A família continuará a arrecadar dinheiro para a Fundação Familiar Peter Frates, que ajuda outros pacientes com ELA a cobrir os custos de saúde em casa, disse ele.

O número de pessoas que se inscreveram para mergulhar de fato excedeu em muito o pico de 250 participantes que comparecerem em 2014, ano em que o desafio do balde de gelo se tornou viral e levantou mais de US $ 200 milhões para pesquisas em ELA em todo o mundo.

Foto: (reprodução/internet)

Como funciona o desafio

O desafio do balde de gelo envolve derramar um balde de água gelada sobre a cabeça e postar um vídeo do ato nas redes sociais e depois desafiar outros a fazer o mesmo ou fazer uma doação para caridade. A maioria das pessoas fez os dois.

O desafio começou em 2014, quando o jogador de golfe profissional Chris Kennedy desafiou a prima de sua esposa Jeanette Senerchia, cujo marido tem ELA.

O paciente Pat Quinn, de Yonkers, Nova York, pegou e começou a se espalhar, mas quando Frates e sua família se envolveram, o fenômeno explodiu nas redes sociais.

– A doença

A ELA é uma doença neurodegenerativa progressiva que leva à paralisia por causa da morte de neurônios motores na medula espinhal e no cérebro. Não há cura conhecida.

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: 9news.

ANÚNCIO