Pode haver pelo menos 300 milhões de mundos potencialmente habitáveis ​​na Via Láctea

ANÚNCIO

Existem muitas perguntas sem resposta sobre nosso lugar no Universo. Porque estamos aqui? Qual é a probabilidade de nossa existência? Poderia haver outros como nós por aí na galáxia?

Agora, temos uma resposta, com base em dados do telescópio espacial Kepler.

ANÚNCIO

É cerca de 300 milhões.

Pode haver pelo menos 300 milhões de mundos potencialmente habitáveis ​​na Via Láctea
Foto: (Reprodução/ Internet)

Esse não é necessariamente um número exato, mas nos dá uma base aproximada para trabalhar enquanto procuramos por mundos potencialmente sustentadores de vida em nossa galáxia.

Saiba mais: Molécula ‘estranha’ detectada em Titan nunca foi encontrada em qualquer atmosfera

ANÚNCIO

Um dos principais objetivos de Kepler era nos ajudar a determinar quantos exoplanetas que se encaixam nesses três parâmetros podem existir na Via Láctea. 

Bryson e sua equipe usaram todos os quatro anos dos dados originais da missão Kepler, de maio de 2009 a maio de 2013, para fazer a melhor estimativa deste número.

Pode haver pelo menos 300 milhões de mundos potencialmente habitáveis ​​na Via Láctea
Foto: (Reprodução/ Internet)

Nessa primeira missão (K2 foi a segunda missão estendida, não incluída nos cálculos da equipe), o Kepler identificou 4.034 exoplanetas candidatos, dos quais mais de 2.300 foram posteriormente validados. 

Fique por dentro: Cientistas da NASA anunciam “descoberta inequívoca” de moléculas de água na lua

Mas o telescópio espacial teve mais dificuldade em localizar planetas rochosos menores do que o previsto.

Pode haver pelo menos 300 milhões de mundos potencialmente habitáveis ​​na Via Láctea
Foto: (Reprodução/ Internet)

Dadas as restrições às estrelas, esse não é o quadro completo. Estimativas anteriores do número de mundos potencialmente habitáveis ​​com base nos dados do Kepler retornaram com números muito maiores

Leia também: NASA encontra dunas de areia de bilhões de anos preservadas em Marte

Mas os astrobiólogos acreditam que quanto mais próximas as características de um sistema estão das da Terra e do Sol, melhores são as chances de encontrar um lugar onde a vida possa prosperar.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO