Pesquisas descobriram que há mais de um tipo de curiosidade. Qual você tem?

ANÚNCIO

A curiosidade afeta tudo, desde nossos relacionamentos até nossa educação, mas não é fácil identificá-la e colocá-la sob um microscópio para estudar. Com a ajuda da Wikipedia, no entanto, os pesquisadores agora o fizeram, explorando dois tipos principais de curiosidade.

Usando a navegação na Wikipedia como uma atividade para observar e uma técnica matemática chamada teoria dos gráficos para traçar e medi-la formalmente, 149 participantes foram observados navegando por 15 minutos por dia ao longo de 21 dias, cobrindo 18.654 páginas no total.

ANÚNCIO

O estudo resultante foi capaz de dividir os indivíduos em dois tipos previamente identificados, no que diz respeito à curiosidade: o ‘intrometido’ que explora muitas informações diversas e o ‘caçador’ que se mantém em um caminho mais focado quando se trata de ganhar conhecimento.

Pesquisas descobriram que há mais de um tipo de curiosidade. Qual você tem?
Foto: (Reprodução/ Internet).

A Wikipedia permitiu que introvertidos e extrovertidos tivessem oportunidades iguais na prática curiosa, uma limitação em outros estudos de curiosidade, enquanto o motor de busca sem anúncios permitiu que os indivíduos fossem realmente capitães de seus próprios navios de curiosidade“, diz a biofísica Danielle Bassett, do Universidade da Pensilvânia.

Leia também: O que veio primeiro: o sono ou o cérebro? Os cientistas acham que encontraram a resposta

ANÚNCIO

Ao registrar páginas como nós e analisar o quão intimamente elas estavam relacionadas, Bassett e seus colegas foram capazes de encontrar intrometidos e caçadores em seu grupo de voluntários – aqueles que tendiam a pular por toda a Wikipedia e aqueles que eram mais propensos a permanecer em parentes próximos Páginas.

No entanto, os participantes nem sempre se atêm a um tipo de comportamento ou outro, e os pesquisadores queriam descobrir por quê. Para fazer isso, eles usaram um questionário de bem-estar dado aos participantes antes do início do estudo, abordando tópicos como busca de interação social e tolerância ao estresse.

Necessidade de preencher lacunas de conhecimento

Pesquisas descobriram que há mais de um tipo de curiosidade. Qual você tem?
Foto: (Reprodução/ Internet).

Com base nas pesquisas, a necessidade de preencher lacunas de conhecimento específicas parecia impulsionar o comportamento do caçador, enquanto o desejo de buscar novas informações era um indicador de um estilo intrometido de navegação na Wikipedia – dando saltos maiores entre nós ou páginas.

Uma das razões pelas quais este estudo se destaca é que ele olha como a curiosidade é expressa – ao invés de tentar quantificá-la por meio do envolvimento em atividades como fazer perguntas, jogar jogos de curiosidades e fofocar, como estudos anteriores fizeram.

Leia também: Afinal, gêmeos idênticos não são 100% geneticamente idênticos, concluiu o estudo

Essas descobertas podem ser úteis de várias maneiras, incluindo abordagens de ensino para informar – particularmente em como o conhecimento e os recursos podem ser melhor apresentados e como diferentes estilos de resolução de problemas podem ser apoiados.

A curiosidade também está ligada ao bem-estar emocional: as pessoas mais curiosas tendem a ficar mais satisfeitas com a vida e menos ansiosas. Ao garantir que as informações estejam disponíveis de maneiras acessíveis, podemos estimular a curiosidade e promover o contentamento ao mesmo tempo.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert e NCBI

ANÚNCIO