Pergaminho de Mao Zedong no valor de centenas de milhões encontrado cortado ao meio por ladrões

ANÚNCIO

As autoridades de Hong Kong afirmam ter recuperado um pergaminho de caligrafia roubado escrito por Mao Zedong e avaliado em cerca de US $ 300 milhões (£ 230 milhões) – mas não antes de ter sido cortado pela metade por ladrões.

O artefato foi roubado no mês passado do apartamento de um colecionador de arte em Hong Kong, de acordo com o South China Morning Post.

ANÚNCIO

O assalto em 10 de setembro teve como alvo o apartamento do famoso colecionador de selos Fu Chunxiao, que estimou o valor dos itens levados pelos ladrões em cerca de £ 500 milhões.

A polícia exibe o pergaminho de 9 pés de comprimento, que seu proprietário avaliou em cerca de US $ 300 milhões antes de ser vandalizado
A polícia exibe o pergaminho, anteriormente com 9 pés de comprimento, que seu proprietário avaliou em cerca de US $ 300 milhões antes de ser vandalizado (AFP via Getty Images)

Acredita-se que o pergaminho de Mao seja o item mais caro entre os roubados, mas foi vendido por apenas £ 50 para outro negociante de arte.

 A polícia afirma que ainda está tentando estabelecer o valor exato da propriedade roubada.

Posteriormente, o comprador entregou a si mesmo e o item à polícia em 22 de setembro, após um apelo público. Não está claro em que ponto a peça foi cortada ao meio.

ANÚNCIO

Leia também: Em plena pandemia do Coronavírus. Você sabe o que é uma pandemia?

Tony Ho Chun-tung, um oficial do Crime Organizado e Triad Bureau da Polícia de Hong Kong, disse ao SCMP que “alguém achou que a caligrafia era muito longa – 2,8 metros de comprimento – e era difícil mostrá-la e exibi-la. Por isso foi cortado ao meio”.

Além de ser o fundador da moderna República Popular da China, Mao Zedong também foi um calígrafo. Ele usou pincel e tinta para escrever a maioria de suas cartas.

Pergaminho de Mao Tsé Tung de US$ 300 milhões é roubado e cortado ao meio |  Mundo | G1
Foto: (Reprodução/ Internet).

Em 2017, uma coleção de notas manuscritas de Mao, escritas pouco antes de sua morte em 1976, foi vendida em um leilão da Sotheby’s em Londres por mais de £ 700.000.

Fique por dentro: Podemos finalmente saber uma razão molecular pela qual COVID-19 é tão mortal, mas apenas para alguns

Chunxiao disse à mídia local que estava angustiado com o dano e disse que definitivamente afetaria o valor do item, embora seu impacto exato ainda esteja para ser visto.

Ele também sugeriu que estava pensando em doar o pergaminho a um museu antes do roubo acontecer.

TIMELINE: China Under Communist Rule : NPR
Falecido Lider chinês Mao Zedong. Foto: (Reprodução/ Internet).

A polícia prendeu um suspeito de ladrão e ainda está procurando outros dois que invadiram o apartamento de Chunxiao.

Leia também: Dubai, capital conservadora dos Emirados Árabes Unidos, acaba com as licenças de álcool

Eles também prenderam a pessoa que comprou o pergaminho, embora ela tenha sido libertada sob fiança.

As autoridades ainda estão investigando para verificar se há um sindicato por trás do roubo.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: INDEPENDENT

ANÚNCIO