Pequim recebendo os primeiros voos internacionais desde março

ANÚNCIO

O principal aeroporto internacional de Pequim na quinta-feira começou a receber voos internacionais de um número limitado de países considerados de baixo risco de infecção por coronavírus.

Leia também: As crianças podem passar Coronavírus aos adultos?

Passageiros voando do Camboja, Grécia, Dinamarca, Tailândia, Paquistão, Áustria, Canadá e Suécia devem primeiro ter mostrado um teste de coronavírus negativo antes de embarcar, disse o porta-voz do governo da cidade, Xu Hejian, a repórteres.

ANÚNCIO

As chegadas de passageiros serão limitadas a cerca de 500 por dia durante um período de teste e todos precisarão passar por testes adicionais para o vírus na chegada, seguidos por duas semanas de quarentena.

Shanghai-Airport-China
Foto: (Reprodução/ Internet).

O primeiro vôo sob o acordo, o vôo 746 da Air China, chegou de Pnom Penh, Camboja, pouco antes das 7 horas.

A partir de março, todos os voos internacionais para Pequim foram redirecionados para uma dúzia de outras cidades, onde os passageiros foram testados e processados antes de serem autorizados a viajar para a capital chinesa.

ANÚNCIO

A China passou semanas sem novos casos de infecção local e os 11 novos casos registrados na quinta-feira.

(AP Photo/ Gemunu Amarasinghe)

O último surto local de Pequim em julho foi relacionado a um mercado de alimentos no atacado, e o departamento de alfândega da cidade anunciou na quarta-feira que testaria todos os alimentos congelados importados, junto com outros produtos vindos de países considerados de alto risco.

Leia Também: Imagens de satélite antes e depois dos incêndios florestais na Austrália revelam um contraste devastador

As instalações de armazenamento e transporte de alimentos importados também seriam desinfetadas e a alfândega de Pequim trabalharia com outras cidades para garantir a segurança da cadeia de abastecimento.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO