Pelo menos 21 tripulantes do Grand Princess têm coronavírus – agora todos os 3.500 serão testados

O vice-presidente Mike Pence anunciou na sexta-feira que o navio Grand Princess, ao largo da costa da Califórnia, tem pelo menos 21 pessoas infectadas com coronavírus – e que todas as 3.522 pessoas a bordo serão testadas.

Pence disse que o navio será atracado em um porto não comercial para facilitar o teste dos passageiros e garantir que eles não dispersem o COVID-19. Apenas 46 pessoas a bordo do enorme navio de cruzeiro foram testadas para o vírus.

Dos infectados, 19 são membros da tripulação e dois são passageiros. Vinte e quatro outras pessoas a bordo tiveram resultado negativo e uma foi inconclusiva, disseram autoridades em um briefing da Casa Branca.

O navio, com 1.100 tripulantes e 2.600 passageiros, partiu de São Francisco em 21 de fevereiro para um cruzeiro ao Havaí. Uma visita planejada ao México após o retorno foi cancelada depois que um passageiro na viagem anterior do navio – ao México – morreu de coronavírus.

O Navio deveria voltar a São Francisco no sábado.

ANÚNCIO

Pence, a pessoa apontada pelo governo Trump na resposta ao coronavírus, disse que é provável que os membros da tripulação permaneçam a bordo enquanto o teste for realizado. Ele disse que os planos continuam em andamento para transferir passageiros para quarentenas de bases militares.

Deborah Birx, coordenadora de Pence na crise, disse: “Sabemos que muitas pessoas no navio de cruzeiro estão na casa dos 60, 70 e 80 anos… pois sabemos que é um grupo mais vulnerável ao qual prestamos atenção especial… estamos trabalhando muito duro com as pessoas no navio e a equipe médica lá para garantir que sua saúde e bem-estar sejam priorizados. ”

A quarentena de outro navio de cruzeiro da mesma empresa, a Diamond Princess, no Japão, no mês passado, resultou na disseminação do vírus entre os passageiros. As autoridades de saúde condenaram as medidas tomadas para mitigar essa disseminação.

No caso da Diamond Princess, 696 dos 3.700 passageiros e tripulantes tiveram um resultado positivo, dos quais seis morreram.

O coronavírus infectou mais de 200 residentes nos EUA, dos quais 14 morreram. Globalmente, mais de 100.000 pessoas foram infectadas, com mais de 3.000 mortes.

Fonte: NY Post.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais.

ANÚNCIO