Parece que o COVID-19 já estava nos EUA em dezembro de 2019

ANÚNCIO

A COVID-19 pode já ter chegado aos Estados Unidos em dezembro de 2019, antes mesmo que a doença fosse identificada na China, sugere um novo estudo.

Os pesquisadores do estudo, dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), analisaram mais de 7.000 doações de sangue coletadas pela Cruz Vermelha norte americana em nove estados entre 13 de dezembro de 2019 e 17 de janeiro de 2020.

ANÚNCIO

Destas, 106 amostras deram positivo para  anticorpos contra SARS-CoV-2, o vírus que causa COVID-19.

Parece que o COVID-19 já estava nos EUA em dezembro de 2019
Foto: (Reprodução/ Internet).

As descobertas sugerem que “infecções por SARS-CoV-2 podem ter estado presentes nos Estados Unidos em dezembro de 2019, antes do que se reconhecia anteriormente“, escreveram os autores em seu artigo, publicado na segunda-feira (30 de novembro) na revista Clinical Infectious Diseases.

Saiba mais: SARS-CoV-2 pode invadir o cérebro pelo nariz, revela estudo

ANÚNCIO

Autoridades na China relataram pela primeira vez um conjunto de casos misteriosos de pneumonia em Wuhan, que viriam a ser causados ​​pelo COVID-19, em 31 de dezembro de 2019.

Nos Estados Unidos, o primeiro caso confirmado de COVID-19 foi relatado em 20 de janeiro de 2020 em um residente do estado de Washington que havia viajado recentemente para a China. 

Parece que o COVID-19 já estava nos EUA em dezembro de 2019
Foto: (Reprodução/ Internet).

Mas houve indícios de que o vírus estava circulando antes do reconhecimento. Um caso de COVID-19 na China foi rastreado até 17 de novembro de 2019, a  Live Science relatou anteriormente.

Saiba mais: Novo estudo revela o conteúdo dos sonhos das pessoas durante a pandemia

Para confirmar as descobertas, amostras de tecido humano, saliva ou sangue daquela época devem ser testadas para traços de material genético do vírus SARS-CoV-2

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO