Paralisia do sono – Porque acontece?

ANÚNCIO

Você já teve aquela sensação de estar acordando e simplesmente não conseguir se mover? Seu cérebro está ativo, mas seu corpo não responde aos estímulos enviados à ele. Esse tipo de situação, trata-se de um transtorno que pode acontecer tanto no momento em que você está adormecendo ou quando tenta acordar.

Esse problema acontece porque durante o sono nosso cérebro relaxa todos os músculos fazendo com que o nosso corpo fique imóvel para conservar e evitar movimentos bruscos durante os sonhos. 

ANÚNCIO

Porque acontece a paralisia do sono?

Entretanto, quando ocorre um problema de comunicação entre o cérebro e o corpo durante o sono, o cérebro pode acabar demorando para devolver os movimentos ao nosso corpo, originando a sensação desconfortável de paralisia.

Quando isso acontece, é possível surgir alucinações, como ouvir barulhos estranhos ou ter a impressão de ter alguém ao lado da cama, mas isso acontece devido ao medo e a ansiedade provocada pela falta de controle do próprio corpo. 

A sensação de ouvir alguns sons, pode ser explicada devido ao fato de que os movimentos dos músculos do ouvido continuarem ativos enquanto os outros músculos do corpo estão paralisados. 

ANÚNCIO

A paralisia do sono pode acontecer em qualquer idade, no entanto, é mais frequente em adolescentes e jovens entre 20 e 30 anos. Esse tipo de acontecimento pode estar relacionado com o hábito de dormir pouco e devido ao excesso de estresse.

O que fazer para sair da paralisia do sono

Esse problema, geralmente, desaparece sozinho após alguns segundos ou minutos. Contudo, é possível sair mais rapidamente desse estado de paralisia quando alguém toca na pessoa que está tendo o episódio ou quando a pessoa consegue pensar de forma lógica no momento e foca toda sua energia para tentar movimentar os músculos.

Como evitar a paralisia do sono

A paralisia do sono, normalmente, é mais frequente em pessoas com maus hábitos de sono e, por isso, para evitar que os episódios possam acontecer é recomendado melhorar a qualidade do sono, através de estratégias como:

  • Ir deitar sempre na mesma hora
  • Evitar bebidas energéticas antes de dormir, como café ou refrigerantes.
  • Dormir entre 6 a 8 horas por noite
  • Acordar todos os dias na mesma hora

Esse tipo de acontecimento, ocorre em raros momentos, geralmente uma ou duas vezes durante toda a vida. No entanto, se acontecer mais do que 1 vez por mês, por exemplo, é aconselhado consultar um neurologista ou um médico especialista em distúrbios do sono, que pode incluir o uso de remédio antidepressivos.

Sintomas de paralisia do sono

Conheça os sintomas da paralisia do sono, que podem ajudar a identificar este problema:

  • Sensação de estar caindo ou flutuando sobre o corpo;
  • Não conseguir mover o corpo apesar de estar supostamente acordado;
  • Sensação de falta de ar;
  • Sensação de angústia e medo
  • Alucinações auditivas como ouvir vozes e sons não característicos do local
  • Sensação de afogamento.

Embora possam surgir sintomas preocupantes, como falta de ar ou sensação de estar flutuando, a paralisia do sono não é perigosa, nem coloca em risco a vida. Durante os episódios, os músculos da respiração e todos os órgãos vitais continuam funcionando normalmente.

ANÚNCIO