Norte-americanos estão evitando cerveja Corona em meio a surto de coronavírus

Alguns consumidores de cerveja norte-americanos estão evitando Corona, a cerveja, em meio ao surto mortal de coronavírus, segundo uma nova pesquisa.

Surpreendentes 38% dos bebedores de cerveja insistiram em não comprar, sob nenhuma circunstância, Corona, pois o vírus mortal se espalha pelo mundo, segundo a pesquisa realizada pela 5W Public Relations.

“Não há dúvida de que a cerveja Corona está sofrendo por causa do coronavírus”, disse Ronn Torossian, fundador da 5WPR, em comunicado.

Não há similaridade conhecida entre a cerveja e o vírus – exceto o nome.

Mas Torossian explicou o quão importante era o nome para a marca do produto.

ANÚNCIO

“Alguém pode imaginar alguém entrando num bar e dizendo “Ei, me arranja uma Corona?” Ou “Desce uma Corona”, disse ele.

De fato, 14% dos entrevistados que disseram consumir regularmente a cerveja Corona admitiram na pesquisa que não pediriam a bebida em público.

Também houve alguma confusão, pois 16% dos entrevistados disseram não ter certeza se o vírus está relacionado à cerveja Corona.

“Embora a marca afirme que os consumidores entendem que não há ligação entre o vírus e a empresa de cerveja, isso é um desastre para a marca Corona”, disse Torossian.

“Afinal, que marca quer estar ligada a um vírus que está atingindo e matando várias pessoas ao redor de todo o globo?”

A pesquisa consultou 737 consumidores de cerveja americanos.

Apesar das descobertas, alguns estavam orgulhosamente reprimindo a bebida.

Um grupo de estudantes da Universidade de Albany recentemente deram uma festa com tema de coronavírus fora do campus que tinha como atração cervejas Corona.

O vídeo do encontro publicado temporariamente na conta do Instagram do Barstool Albany mostrou um balde de cervejas geladas Corona ao lado de uma pessoa que usava uma máscara cirúrgica, de acordo com a WGY News Radio.

O vídeo foi excluído.

Fonte: NY Post.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais.

ANÚNCIO