Na véspera de sua posse, Biden chora pelas vidas perdidas para Covid-19

ANÚNCIO

Um dia antes de sua posse como o 46º presidente dos Estados Unidos, Joe Biden procurou começar um luto coletivo e público pelas mais de 400.000 vidas americanas perdidas na pandemia de Covid-19.

Para curar, devemos nos lembrar. É difícil. Mas é assim que curamos”, disse Biden, falando da base do Lincoln Memorial durante o memorial Covid-19 realizado como parte de suas atividades de inauguração. “É importante que façamos isso como nação. É por isso que estamos aqui hoje.”

ANÚNCIO

Pilares de luz revestiam a piscina refletora. Lori Marie Key, uma enfermeira de Michigan que trabalha em uma unidade Covid-19, cantou “Amazing Grace” para abrir o processo. A cantora gospel Yolanda Adams seguiu Biden com sua interpretação de “Hallelujah”, de Leonard Cohen, e toda a cerimônia terminou em menos de 10 minutos. Mas o simbolismo ainda era poderoso. 

O memorial ocorreu no mesmo dia em que o número de mortes confirmadas de Covid-19 nos Estados Unidos ultrapassou 400.000

Na véspera de sua posse, Biden chora pelas vidas perdidas para Covid-19
Presidente Eleito Joe Biden e sua esposa. Foto: (Reprodução/ Internet).

E aconteceu um dia antes de Biden se tornar presidente, substituindo Donald Trump, que até agora liderou o país durante a pandemia do coronavírus e, na estimativa da maioria dos especialistas em saúde pública, ficou terrivelmente aquém em sua resposta.

Leia também: Donald Trump e seus problemas com as plataformas online

ANÚNCIO

Trump minimizou a ameaça do coronavírus ao longo do ano passado. Ele prometeu ao povo americano há um ano que estaria rapidamente sob controle. Ele disse que as empresas podem reabrir até a Páscoa. Ele desafiou a orientação da saúde pública para realizar manifestações de campanha internas, em sua maioria sem máscara, começando em julho. 

Na véspera de sua posse, Biden chora pelas vidas perdidas para Covid-19
Foto: (Reprodução/ Internet).

A polarização política da Covid-19, impulsionada principalmente pela desinformação propagada pelo presidente, tem dificultado a capacidade das autoridades de saúde pública de convencer o público a usar máscaras, distanciar-se socialmente e fazer outros sacrifícios como a melhor forma de combater o vírus.

Leia também: As proibições de Trump no Twitter e no Facebook estão funcionando

Biden, desde o início de sua campanha presidencial, procurou em suas palavras recuperar a alma da América de sua contaminação por Trump. Ele inicialmente atribuiu essa corrupção às manifestações nacionalistas brancas em Charlottesville, Virgínia, em 2017, onde Trump parecia incapaz de condenar as manifestações racistas vistas lá.

Batalhas contra o COVID-19

Na véspera de sua posse, Biden chora pelas vidas perdidas para Covid-19
Joe Biden com sua esposa (de roxo) e Kamala Harris com seu esposo (esquerda). Foto: (Reprodução/ Internet).

Mas a pandemia tornou as apostas dessa batalha muito mais viscerais.

Fique por dentro: O que Joe Biden quer fazer em sua primeira semana e meia no cargo

A resposta de Trump ao coronavírus foi definida por xenofobia, exagero sem base e uma decidida falta de empatia. Biden prometeu mudar as políticas do governo que ele acredita terem decepcionado o povo americano durante a crise. Mas com o país vendo mais de 200.000 novos casos e 3.000 novas mortes todos os dias em média, levará tempo para virar a maré da pandemia.

Mais do que tudo, os conselheiros de Biden me disseram antes da eleição, ele precisava restaurar um senso de liderança e preencher o vazio que Biden pensava que Trump havia deixado.

Na véspera de sua posse, Biden chora pelas vidas perdidas para Covid-19
Discurso de Kamala Harris. Foto: (Reprodução/ Internet).

Os pilares de luz que cercam Biden foram um lembrete: o custo do fracasso do ano passado foi o corte de centenas de milhares de vidas. Milhares de pessoas morrerão nos próximos dias.

Leia também: Parler volta a ficar online com a ajuda de uma empresa de tecnologia russa

Talvez, com uma nova liderança, possa haver alguma esperança de que o pior finalmente tenha ficado para trás. Mas isso não muda o que já aconteceu. Essa foi a mensagem que Biden procurou enviar, horas antes de fazer o juramento de posse.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: NBC News, Vox e CNN

ANÚNCIO