Vacina COVID-19: Já estão testando injeções em crianças

ANÚNCIO

A busca global por uma vacina COVID-19 para crianças está apenas começando – um começo lento que deixou alguns pediatras norte-americanos preocupados por não saberem se alguma vacina funciona para crianças pequenas a tempo para o próximo ano escolar.

Os adultos mais velhos podem ser mais vulneráveis ​​ao coronavírus, mas o fim da pandemia também exigirá a vacinação das crianças.

ANÚNCIO

Na semana passada, a Pfizer Inc. recebeu permissão para testar sua vacina em crianças de apenas 12 anos nos Estados Unidos, uma das poucas tentativas em todo o mundo para começar a explorar se alguma injeção experimental aplicada em adultos também pode proteger as crianças.

Vacina COVID-19: Já estão testando injeções em crianças
Foto: (Reprodução/ Internet).

As vacinas candidatas múltiplas estão em estágio final de estudos em dezenas de milhares de adultos, e os cientistas estão esperançosos de que nos próximos meses trarão evidências de que pelo menos algumas delas são seguras e eficazes o suficiente para uso generalizado.

Leia também: Mortes por overdose nos EUA parecem aumentar em meio à pandemia de coronavírus

ANÚNCIO

Mas quando as primeiras doses chegam, é improvável que sejam recomendadas para crianças. As vacinas não podem ser dadas a jovens a menos que tenham sido testadas em sua faixa etária – um grande obstáculo nos esforços para reabrir escolas e retomar atividades normais que são críticas para o bem-estar das famílias.

As crianças representam cerca de 10% dos casos COVID-19 documentados nos EUA. 

Um estudo britânico de uma vacina da AstraZeneca permite o teste de uma dose baixa em certas crianças, mas a empresa diz que não vai recrutar jovens até que tenha dados de segurança “suficientes” em adultos.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO