Menina caminha 8 quilômetros até a escola como castigo por ter praticado bullying

ANÚNCIO
  • A inusitada lição de moral 

A tentativa de um pai de impedir o assédio moral tornou-se viral depois que ele gravou sua filha caminhando oito quilômetros até a escola como punição por assediar seus colegas de classe no ônibus escolar.

Matt Cox, que mora com sua família em Ohio, filmou sua filha de 10 anos sendo forçada a andar no frio gelado depois que dela ter dito que havia praticado bullying repetidamente com outros estudantes de sua escola primária.

ANÚNCIO

“O assédio moral é inaceitável”, diz Cox enquanto filma sua filha de dentro do carro. Ele continua acompanhando sua filha enquanto ela carrega uma mochila e uma sacola na por uma rua estreita de mão dupla. “Esta é a minha pequena maneira de tentar impedi-lo em minha casa.”

  • A repercussão do vídeo

O vídeo, enviado ao Facebook após o incidente, obteve 15 milhões de visualizações e provocou um debate online sobre pais e bullying.

O posicionamento do pai

Cox defendeu firmemente sua decisão, escrevendo um breve título explicando o vídeo: “Ainda tem todas as suas extremidades intactas, feliz e saudável e parece ter uma nova perspectiva sobre o bullying, bem como uma nova valorização por algumas das coisas simples da vida que ela costumava dar como certa.”

ANÚNCIO

“Eu sei que muitos de vocês pais não vão concordar com isso e está tudo bem”, disse ele. “Estou fazendo o que acho certo para ensinar uma lição à minha filha e impedi-la de fazer bullying”.

A versão da filha

Em defesa da criança de 10 anos, ela disse à agência local de notícias WTVG News que também havia sofrido bullying e seria gentil com os outros a partir de agora.

Seu pai teria interrompido a longa caminhada até sua escola ao fim do período de três dias em que ela ficou suspensa de andar no ônibus escolar devido aos incidentes de suposto bullying.

As controvérsias

Embora muitos dos 63.000 comentários do vídeo parecessem favoráveis, alguns expressaram desdém em relação a Cox, observando a aparente “ironia” ao filmar o castigo.

“Humilhá-la, colocando-a no Facebook sendo punida. Ironia ”, escreveu um usuário.

  • Expectativa

Cox disse que espera que o vídeo e o incidente façam com que os pais “comecem a responsabilizar seus filhos”.

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: independent.co.uk

ANÚNCIO