Mãe é acusada pela morte de seu próprio filho em ataque do pit bull da família

ANÚNCIO

Uma mãe nos EUA foi acusada depois que seu filho de 26 dias foi agredido pelo cachorro da família da raça pit bull.

Estranha falta de instinto materno

Jennifer Connell de 38 anos, de Lafayette, Indiana, foi responsabilizada por três acusações de negligência de um dependente, informou o Journal and Courier.

ANÚNCIO

Julian Connell morreu em um hospital após o ataque de 25 de janeiro na cama da casa da família, cerca de 96 quilômetros ao norte de Indianapolis.

A polícia alegou que a mãe do bebê estava em casa quando o pit bull começou a brigar com o beagle em casa.

Como o cão chegou à criança

O irmão adolescente do bebê separou os cães e a polícia disse que foi quando o pit bull atacou a criança.

ANÚNCIO

Um oficial teve que atirar fatalmente no pit bull para chegar ao bebê.

Connell disse à polícia que estava tentando encontrar um novo lar para o pit bull, que já havia sido agressivo com a família e com o outro cachorro, de acordo com a provável causa declarada.

Não se sabe se ela tem representação legal para as acusações.

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: 9news.

ANÚNCIO