Juíza americana de 87 anos se recupera de mais um câncer e diz que vai trabalhar até o fim da vida

ANÚNCIO

A juíza norte-americana Ruth Bader Ginsburg disse que está recebendo quimioterapia devido à recorrência do câncer, mas não tem planos de se aposentar da Suprema Corte.

A juíza Ginsburg de 87 anos, que passou um tempo no hospital esta semana para uma possível infecção, disse que seu tratamento até agora conseguiu reduzir lesões no fígado e que continuará as sessões de quimioterapia a cada duas semanas.

ANÚNCIO

Eu sempre disse que continuaria sendo um membro da Corte enquanto pudesse fazer o trabalho a todo vapor. Continuo plenamente capaz de fazer isso“, disse a juíza Ginsburg em comunicado divulgado pela corte.

Foto: (reprodução/internet)

Movida por grande força e coragem

Ela disse que suas recentes hospitalizações, incluindo uma em maio, não estavam relacionadas ao câncer.

Foto: (reprodução/internet)

Um exame médico em fevereiro revelou crescimentos no fígado, ela disse, e começou a quimioterapia em maio.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

Minha varredura mais recente em 7 de julho indicou redução significativa das lesões hepáticas e nenhuma nova doença“, disse ela.

Estou tolerando bem a quimioterapia e sou encorajada pelo sucesso do meu tratamento atual“.

Sua história sempre foi de lutas vitoriosas

A Juíza Ginsburg, uma defensora da igualdade de gênero e dos direitos das mulheres, foi nomeada para a Suprema Corte pelo presidente Bill Clinton em 14 de junho de 1993.

Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)

A segunda mulher judia de quatro a ser confirmada no tribunal, Ginsburg foi incluída no Hall da Fama da Mulher em 2002, e desde então se tornou um ícone da cultura pop.

A magistrada foi tratada quatro vezes por câncer.

Além do tumor no pâncreas no ano passado, ela foi tratada anteriormente para câncer colorretal em 1999 e câncer de pâncreas em 2009.

Ela fez uma cirurgia no pulmão para remover tumores cancerígenos em dezembro de 2018.

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: 9news.

ANÚNCIO