Itália fecha 4 regiões enquanto a Europa tenta bloqueios mais leves

ANÚNCIO

Butiques de moda de luxo, joalherias e a maior parte do departamento principal de Milão foram fechadas na sexta-feira, quando o centro da vibrante capital financeira da Itália caiu em um silêncio cinzento no primeiro dia de um bloqueio parcial em quatro regiões com o objetivo de impedir o ressurgimento do coronavírus.

As novas restrições – que levaram ao fechamento de uma colcha de retalhos de negócios não essenciais – permitem muito mais liberdade do que o bloqueio quase total de 10 semanas da Itália que começou em março, mas ainda assim trouxe recriminações de governos regionais que se sentem injustamente visados. 

ANÚNCIO

Em particular, o sul, que foi amplamente poupado na primavera, foi o que mais se irritou, apesar das preocupações de que seu sistema de saúde mais fraco fosse especialmente vulnerável.

Itália fecha 4 regiões enquanto a Europa tenta bloqueios mais leves
Foto: (Reprodução/ Internet).

A decisão da Itália ecoa as de muitas partes da Europa, onde as infecções estão aumentando novamente, mas os governos têm relutado em impor o tipo de paralisação nacional que fizeram na primavera por causa dos terríveis danos econômicos que causaram. 

Leia também: Coronavírus causa hospitalização do presidente da Argélia

ANÚNCIO

Por exemplo, muitos países europeus optaram por manter as escolas abertas – tornando o trabalho mais fácil para os pais – fechando bares, restaurantes e muitas lojas.

Mesmo as restrições mais leves desta vez, porém, estão atraindo fortes críticas – especialmente em países como a Grã-Bretanha e a Itália, onde exacerbaram as tensões regionais.

Itália fecha 4 regiões enquanto a Europa tenta bloqueios mais leves
Foto: (Reprodução/ Internet).

Lombardia, Piemonte e Vale de Aosta e a região do sul da Calábria, enfrentaram maiores restrições nos 15 dias seguintes, incluindo o fechamento de todas as lojas não essenciais, take-away apenas para bares e restaurantes, ensino à distância para alunos com 12 anos ou mais e proibição de sair da cidade, exceto por motivos de trabalho, saúde ou outros motivos graves.

Sicília e Puglia, duas outras regiões do sul, caíram em um segundo nível de restrições, enquanto o resto do país manteve mais liberdade de movimento, mas com toque de recolher às 22h e restaurantes fechando às 18h

Leia também: Garota de 14 anos, ganha o maior prêmio de ciências pela descoberta de moléculas de coronavírus, no Texas

Em Roma, o ministro da saúde da Itália enfrentou o Parlamento para defender a forma como o governo está lidando com a nova fase da crise em meio a preocupações de que o governo tenha frequentemente ignorado os legisladores durante a pandemia.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: APNews

ANÚNCIO