“Isso não pode ser um acidente”, diz o detetive da Polícia Federal em incêndios no Pantanal no Brasil

ANÚNCIO

O objetivo da operação é investigar as queimaduras que estão devorando o Pantanal, o maior bioma pantanoso do mundo.

A Polícia Federal encontrou evidências de queimadas deliberadas em pastagens onde antes havia floresta nativa.

ANÚNCIO

Documentos e celulares de agricultores de Mato Grosso do Sul foram apreendidos pela Operação ‘Matáá’ da Polícia Federal, lançada na segunda-feira desta semana.

Queimadas aumentaram 200% no Pantanal em 1 ano - Categoria - Notícias  Climatempo
Foto: (Reprodução/ Internet).

Veja também: O estudo da vacina AstraZeneca COVID-19 foi interrompido.

Na tarde da última sexta-feira, 11 de setembro, um helicóptero da Marinha do Brasil decolou com um passageiro incomum: um jaguar. Durante o transporte aéreo, os olhos assustados do animal, resgatado no Pantanal.

Horas antes de embarcar no helicóptero, o animal havia sido localizado por uma equipe de voluntários auxiliando no resgate de animais no Pantanal, que vive seu pior período de queimadas nas últimas décadas.

ANÚNCIO

A economia do Brasil corre o risco de ser deixada de lado.

Vice-presidente do Brasil estará na ACIJ
Foto: (Reprodução/ Internet).

Enquanto o Pantanal está em chamas e a região amazônica registra taxas de degradação crescentes, a economia também pede socorro.

Veja também: Coronavírus: OMS alerta para situação ‘muito séria’ na Europa, já que os casos semanais chegam a 300.000 pela primeira vez

Além dos alertas já emitidos por fundos de investimento e bancos brasileiros e da ameaça de que o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul não seja finalizado, na terça-feira, 15 de setembro.

O vice-presidente Hamilton Mourão recebeu carta assinada pelos embaixadores do oito países europeus – Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Holanda, Noruega, Dinamarca e Bélgica.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: The Rio Times 1 / The Rio Times 2

ANÚNCIO