Homem é morto pela polícia após confusão por uso de máscara

ANÚNCIO

Um homem suspeito de esfaquear outro homem, que o desafiou por não usar uma máscara para impedir a propagação do coronavírus, foi morto a tiros por uma vice-xerife dos EUA.

Sucessão dos fatos

O tiroteio ocorreu em Michigan, cerca de 30 minutos após a facada na loja Quality Dairy, disse o tenente da polícia estadual Brian Oleksyk.

ANÚNCIO

A vice-xerife localizou o veículo do homem em um bairro residencial e atirou nele quando ele saiu do carro e tentou atacá-la, disse Oleksyk.

Foto: (reprodução/internet)

“Largue a arma! Largue a arma!” a policial veterana de 22 anos gritou, de acordo com o vídeo de segurança do bairro divulgado pela polícia.

Foto: (reprodução/internet)

Polícia alega legítima defesa

O homem, Sean Ruis, estava segurando uma chave de fenda e facas, disse o xerife do condado de Eaton, Tom Reich.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)

“É uma pena que ela tenha usado sua arma, mas teve que salvar sua vida”, disse Reich.

“Ela teve que usar força mortal. Ela fez isso corretamente”.

Suspeito morre e vítima segue estável

Ruis, 43 anos, morreu no hospital.

Ele era suspeito de esfaquear um homem de 77 anos dentro da loja quando foi confrontado por não usar máscara, disse Oleksyk.

A vítima esfaqueada está em condição estável no hospital.

Autoridades alertam

A governadora Gretchen Whitmer ordenou que as pessoas usassem máscaras nas lojas para reduzir o risco de disseminação do coronavírus.

Foto: (reprodução/internet)

O objetivo aqui é estar seguro. Todos temos que fazer nossa parte para que isso não se espalhe, disse Reich.

A decisão de usar uma máscara em público para alguns se tornou uma declaração política e houveram outros encontros violentos.

Foto: (reprodução/internet)

Em maio, um segurança de uma loja local foi morto a tiros após negar a entrada de um cliente sem máscara.

O líder da maioria no Senado, Mike Shirkey, republicano, disse que as máscaras são importantes. Mas ele também sugeriu ao público em geral que não confrontasse as pessoas pela falta do uso de máscara.

Foto: (reprodução/internet)

Não há motivo para arriscar sua saúde ou sua vida durante um debate sobre o uso de máscaras em público, disse Shirkey.

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: 9news.

ANÚNCIO