Guerra na Síria: 33 soldados turcos mortos em ataque em Idlib

ANÚNCIO

Pelo menos 33 soldados turcos morreram em um ataque do governo sírio no noroeste da Síria, em uma importante escalada do conflito.

A Turquia, que apoia a oposição, diz que atingiu 200 alvos do governo em resposta, “neutralizando” 309 soldados.

ANÚNCIO

A Rússia que atualmente é a maior e principal parceira militar da Síria, argumenta que as tropas de combate turcas foram atacadas na província de Idlib pelas forças sírias na medida em que estavam operavam ao lado de combatentes jihadistas.

O governo russo nega que sua participação nos combates na área de Balyun.

As forças do governo sírio, apoiadas pela Rússia, tentam retomar Idlib dos grupos jihadistas e das facções rebeldes apoiadas pela Turquia. O ataque aéreo ocorreu após a oposição retomar a cidade-chave de Saraqeb, a nordeste de Balyun.

ANÚNCIO

Idlib é a última província síria que permanece nas mãos da oposição.

A interpretação que os relatórios sugerem é de que a Turquia, considerada membro importante da aliança da Otan, pode estar relaxando seus controles de fronteira ao permitir que refugiados sírios busquem refúgio na União Europeia.

Fonte: BBC.
Traduzido e adaptado por equipe Saibamais.
ANÚNCIO