Empresa é multada em 4,5 milhões de dólares por causa da tragédia de Dreamworld em 2016

ANÚNCIO

A matriz da Dreamworld enfrenta uma pesada multa de US $ 4,5 milhões depois de ter sido acusada várias vezes pela tragédia de 2016, que matou quatro vidas em Queensland.

Responsabilizada pela morte de 4 pessoas

A Ardent Leisure confirmou hoje que recebeu três acusações após avaliação de um promotor independente da Workplace Health and Safety, de acordo com uma declaração dada à ASX.

ANÚNCIO

As três acusações de Categoria 2, apresentadas hoje no Tribunal de Magistrados de Brisbane, foram feitas de acordo com a Lei de Saúde e Segurança do Trabalho de 2011 e têm uma multa máxima de US $ 1,5 milhão cada.

Foto: (reprodução/internet)

Cindy Low, Kate Goodchild, seu irmão Luke Dorsett e seu parceiro Roozi Araghi morreram em outubro de 2016 quando uma bomba d’água no Thunder River Rapids funcionou mal no parque temático Dreamland.

Foto: (reprodução/internet)

Desculpas e promessas

Em sua declaração ao ASX, a Ardent Leisure Group pediu desculpas pelas quatro mortes e declarou que a empresa havia sofrido mudanças “consideráveis”.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

“Em primeiro lugar, expressamos novamente nossas mais profundas simpatias às famílias e amigos de Roozbeh Araghi, Luke Dorsett, Kate Goodchild e Cindy Low por sua perda e sofrimento contínuo e pedimos desculpas a todas as pessoas afetadas por essa tragédia”.

A empresa alegou ter tomado “medidas substantivas e proativas” para melhorar a segurança no parque.

Foto: (reprodução/internet)

Irresponsabilidade evidente

Ao transmitir suas descobertas desde o início ao desastre, o legista James McDougall criticou a Dreamworld por sua “falha sistêmica” em todos os aspectos de segurança, “manutenção de registros de má qualidade” e sistemas “assustadoramente pouco sofisticados”.

Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)
Foto: (reprodução/internet)

Ele disse que é razoavelmente suspeito que a Ardent Leisure possa ter cometido uma ofensa sob a lei do local de trabalho e encaminhou suas descobertas ao Escritório de Relações Industriais, que determinará se há ou não evidências suficientes para a acusação.

Foto: (reprodução/internet)

Mais por vir.

 

Traduzido e adaptado por equipe Saibama.is
Fonte: 9news.

ANÚNCIO