Coronavírus: “É apenas ansiedade, ansiedade, ansiedade”

A crise do coronavírus está causando um enorme impacto nos jovens com condições de saúde mental existentes, segundo uma pesquisa.
A perda de rotina, o fechamento da escola e o cancelamento de exames são todos fatores, bem como preocupações com a saúde.

Para os adolescentes à beira da independência, pode ser difícil perder a liberdade. Ligia e sua família se auto-isolam desde 18 de março, porque sua mãe está grávida. Como alguém que sempre estava fora, vendo amigos e trabalhando, ela achou difícil ficar presa em um apartamento com quatro pessoas.

“Desde que fui isolada, minha ansiedade aumentou”, diz Ligia. “Muitas vezes acontece de maneira inesperada. Tenho dificuldade em respirar e pensar direito. É apenas uma sensação em todo o lugar”.

O maior golpe foi o cancelamento pelo governo dos níveis que ela estava revisando.

Naomi, 21 anos, estudante de psicologia do último ano em Cardiff, diz que sua ansiedade aumentou enormemente devido ao coronavírus. Suas finais foram canceladas e, embora as palestras e os exames tenham mudado para a Internet, a perda de rotina e a incerteza quanto à classificação a afetaram.

ANÚNCIO

As coisas que ela costumava fazer para controlar sua ansiedade, como ser voluntário e seguir uma rotina rigorosa que a tirava de casa, não são mais uma opção. Então ela teve que desenvolver novas estratégias de enfrentamento.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais.
Fonte: BBC.
ANÚNCIO