CNH Social: descubra como participar do programa e tirar a carteira gratuitamente

Conquistar uma carteira de motorista é o sonho de muita gente, no entanto nem todo mundo tem dinheiro para pagar pelo processo, que não é muito barato. Dentro desse contexto, alguns estados brasileiros aderiram ao programa CNH Social.

Um dos pré-requisitos para a participação no programa é que o candidato consiga comprovar que ele precisa da carteira para fins profissionais. Muitos empregos exigem que os candidatos tenham uma carteira de motorista para desenvolver algumas atividades.

A ideia é que as pessoa de baixa renda tenham mais acesso a vagas de emprego, contribuindo assim para o crescimento profissional de muitas pessoas.

CNH Social
Fonte: (reprodução/internet)

Saiba mais sobre o programa CNH Social, entenda como funciona o programa, saiba como se inscrever e mais. 

Tipos de carteira de motorista e o que é preciso para tirar

A CNH Carteira Nacional de Habilitação é um documento obrigatório para quem deseja dirigir pela cidade. Outra funcionalidade do documento, é que ele pode ser utilizado como identificação sempre que precisar. 

ANÚNCIO

O documento, é dividido por categorias e o primeiro passo a seguir antes de tirar a sua CNH é identificar a sua necessidade. Separamos as categorias abaixo para que você entenda cada uma delas.

  • Categoria A Permite conduzir motocicletas;
  • Categoria B Permite conduzir carros;
  • Categoria C Permite conduzir caminhões;
  • Categoria D Permite o transporte de passageiros em vans e ônibus;
  • Categoria E Permite a condução de veículos que tenham unidades acopladas.

Para tirar uma CNH, é necessário ter no mínimo 18 anos completos, buscar uma auto escola e realizar os exames médicos. Em seguida, o candidato deverá fazer aulas teóricas e ao final, realizar uma prova. Se passar na prova teórica, vem a parte das aulas práticas. 

Como funciona o programa CNH Social?

O programa foi pensado para atender pessoas de baixa renda e, por isso, sem condições de pagar pelo processo. Em alguns estados, é necessário comprovar uma finalidade profissional para poder se inscrever no programa. 

A questão da baixa renda, também varia de estado para estado. Em alguns estados, a renda per capita mínima exigida é abaixo de dois salários mínimos, em outros é menos de três salários mínimos.

Outra exigência, é que o candidato esteja desempregado há pelo menos 1 ano. Também se fornece o programa a candidatos tenham alguma deficiência, desde que não impossibilite a direção de um veículo.

O programa também é voltado para tirar a primeira habilitaçãoO ideal, é que você busque se informar juntamente ao Detran da sua cidade para ficar por dentro dos pré-requisitos estabelecidos no estado em que você mora. 

Quais estados disponibilizam a CNH Social?

Existe um projeto de lei que aponta que o programa deverá alcançar todos os estados brasileiros, mas até o momento apenas alguns estados contam com o projeto. Confira na lista abaixo:

  • Acre;
  • Bahia;
  • Sergipe;
  • Maranhão;
  • Pernambuco;
  • Paraíba;
  • Amazonas;
  • Espírito Santo;
  • Rio Grande do Sul;
  • Rio de Janeiro;
  • Distrito Federal.

Como eu faço para me inscrever no programa?

Você poderá se inscrever no site do Detran da sua cidade, ou aguardar uma inscrição feita pela internet. Para isso, não há cobrança de taxa de inscrição e nem outras taxas durante o processo.

A CNH Social é completamente grátis, e por isso, fique ligado se alguém fizer alguma cobrança durante o processo, isso não é permitido. O importante a saber é que é feito uma espécie de processo seletivo que considera a situação do candidato e também o número de vagas.

As inscrições não ocorrem durante todo o ano, por isso é necessário ficar atento as datas de cadastramento para não perder a oportunidade. Para isso, basta pesquisar na internet “Detran” seguido do nome do seu estado e checar na página oficial mais sobre o programa.

Leia também: CNH digital: saiba como ter a sua em 2020.

ANÚNCIO