Cientistas encontram tecido no olho humano que parece resistente ao SARS-CoV-2

ANÚNCIO

À medida que a pandemia de coronavírus  se espalhava pelo mundo neste ano com um efeito tão devastador, muitos de nós fazíamos as mesmas perguntas. Como o vírus se espalha? Como faço para me proteger da infecção?

A verdade é que ainda estamos aprendendo como funciona o SARS-CoV-2.

ANÚNCIO

A orientação oficial do CDC sugere que a principal forma de propagação do vírus é por meio de gotículas respiratórias ou pequenas partículas, ejetadas da boca ou nariz de pessoas infectadas e, em seguida, inaladas por outras pessoas.

Cientistas encontram tecido no olho humano que parece resistente ao SARS-CoV-2
Foto: (Reprodução/ Internet).

Mas essa não é a única maneira pela qual o vírus circula. As mesmas gotículas e partículas infecciosas podem pousar nas superfícies e ser transferidas pelo toque – o que significa que a infecção pode ocorrer se você tocar em algo com partículas de vírus e, em seguida, tocar sua boca, nariz ou olhos.

Leia também: Esses países têm o COVID-19 sob controle. Aqui estão três coisas que eles fizeram para isso ser possível

ANÚNCIO

No entanto, novas evidências sugerem que pelo menos parte do olho pode ser resistente ao SARS-CoV-2 – mesmo quando é suscetível a outros tipos de vírus.

Em experimentos com tecido da córnea de 25 doadores humanos e também córneas de camundongos, os pesquisadores expuseram o tecido ocular a três vírus separados: SARS-CoV-2, vírus Zika e vírus herpes simplex 1.

Cientistas encontram tecido no olho humano que parece resistente ao SARS-CoV-2
Foto: (Reprodução/ Internet).

O experimento mostrou que o herpes e o vírus Zika foram capazes de se replicar no tecido – mas os testes não mostraram sinais de Replicação do SARS-CoV-2.

Leia também: O detector de tosse da equipe do MIT identifica 97% dos casos de COVID-19, mesmo em pessoas assintomáticas

Quanto a como a córnea e a conjuntiva humana podem ser capazes de resistir ao SARS-CoV-2, a equipe não tem certeza.

Um potencial inibidor molecular de vírus no olho – chamado interferon lambda – foi capaz de limitar o crescimento do vírus na córnea humana para o HSV-1 e o vírus Zika, mas o bloqueio da proteína não pareceu aumentar a capacidade de replicação do SARS-CoV-2 .

Cientistas encontram tecido no olho humano que parece resistente ao SARS-CoV-2
Foto: (Reprodução/ Internet).

Sem mais informações, o melhor palpite dos pesquisadores por agora é que a resistência da córnea humana ao coronavírus é “provavelmente regulada por uma via antiviral distinta”.

Fique por dentro: Reino Unido lançará testes rápidos de COVID-19 em Liverpool

Ainda não sabemos qual é esse caminho, e a equipe diz que mais estudos são necessários para confirmar essas descobertas.

Cientistas encontram tecido no olho humano que parece resistente ao SARS-CoV-2
Foto: (Reprodução/ Internet).

Em outras palavras, os profissionais de saúde ainda não deveriam descartar seus óculos de proteção e, até que saibamos o contrário, ninguém deve presumir que o coronavírus não pode entrar no corpo através dos olhos, apesar da aparente resistência da córnea.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO