Cientistas descobrem que o sono pode afetar na nossa felicidade

ANÚNCIO

A maioria de nós sabe em primeira mão que a falta de sono tem um efeito profundo em como funcionamos no dia a dia.

Desde irritabilidade e maior falta de jeito a maior suscetibilidade a resfriados e doenças crônicas, há ampla pesquisa para comprovar isso. Agora, um grande novo estudo também confirma que a privação de sono pode realmente sugar a alegria da vida.

ANÚNCIO

“Mesmo pequenas flutuações noturnas na duração do sono podem ter consequências em como as pessoas respondem aos eventos em suas vidas diárias”, disse a psicóloga Nancy Sin, da Universidade de British Columbia.

imagem do artigo principal
(Gregory Pappas’s / Unsplash)

Fique por dentro: Segundo estudo, demasiado CO2 tem um efeito enervante nas árvores do mundo

Sin e seus colegas usaram dados de pesquisa de quase 2.000 adultos com idades entre 33-84. Após avaliar suas condições basais, os participantes foram questionados por oito dias consecutivos sobre a duração do sono, estresse diário e experiências de eventos positivos e negativos.

Felizmente, esse efeito também ocorre de outra forma. Um sono mais longo faz com que os eventos positivos pareçam ainda melhores e protege contra os efeitos do estresse diário.

ANÚNCIO

Inesperadamente, os pesquisadores não encontraram nenhuma ligação entre a duração do sono e as reações negativas.

A equipe descobriu que esses efeitos são ainda maiores em pessoas com problemas crônicos de saúde

Quer dormir melhor? Passe mais tempo com seus amigos e sua família
Foto: (Reprodução/ Internet).

Isso sugere que o sono é particularmente importante para a positividade, a equipe observa em seu artigo, e que é importante observar os efeitos positivos e negativos ao investigar o sono.

Veja também: O estudo da vacina AstraZeneca COVID-19 foi interrompido.

Eles também não descobriram que as reações aos eventos do dia prediziam a qualidade do sono subsequente, o que já havia sido demonstrado em alguns estudos.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO