Caverna na Califórnia guarda as primeiras evidências de humanos tomando alucinógenos

ANÚNCIO

Pouco antes de entrar em um transe de alucinógeno, os indígenas californianos que se reuniram em uma caverna provavelmente olharam para o teto rochoso, onde um catavento e uma mariposa de olhos grandes eram pintados de vermelho.

Este misterioso “catavento” é provavelmente uma representação da delicada flor branca de Datura wrightii, um poderoso alucinógeno que o povo Chumash tomava não apenas para fins cerimoniais, mas também para fins medicinais e sobrenaturais, de acordo com um novo estudo.

ANÚNCIO

Os globos mastigados que os humanos grudaram no teto da caverna forneceram mais evidências dessas viagens antigas; esses caroços de até 400 anos, conhecidos como libras, continham as drogas que alteram a mente, escopolamina e atropina, que são encontradas em Datura, disseram os pesquisadores.

Veja também: Cientistas removem 98 ‘vespas assassinas’ no estado de Washington

A descoberta marca “a primeira evidência clara da ingestão de alucinógenos em um local de arte rupestre, neste caso, de Pinwheel Cave, Califórnia”.

ANÚNCIO

Cerimônia de maioridade

Caverna na Califórnia guarda as primeiras evidências de humanos tomando alucinógenos
Foto: (Reprodução/ Internet)

Os arqueólogos aprenderam sobre as pinturas rupestres em 1999, quando trabalhadores da Wild Wolves Preserve, uma reserva natural a cerca de 90 milhas (145 quilômetros) a nordeste de Santa Bárbara, encontraram um cata-vento e um inseto pintado.

À primeira vista, o desenho do catavento de 4 polegadas por 7 polegadas (10,5 por 17 centímetros) não se parece muito com uma flor de Datura, mas qualquer botânico diria o contrário. 

Fique por dentro: 212 ativistas e protetores ambientais foram mortos no ano passado

A datura, também conhecida como jimsonweed e trombeta de anjo, se desenrola ao anoitecer e ao amanhecer, quando os insetos a polinizam, mas durante o calor do dia ela se retorce.

Caverna na Califórnia guarda as primeiras evidências de humanos tomando alucinógenos
Flor Datura. Foto: (Reprodução/ Internet)

Os pesquisadores já sabiam que o povo Chumash usava a Datura para cerimônias e na vida cotidiana, de acordo com descrições históricas de missionários e trabalhos antropológicos.

Saiba mais: Grupo Indígena brasileiro comemora seis meses sem COVID-19 na Aldeia

Também foi colocado em um chá chamado toloache para uma cerimônia de maioridade para meninos, e às vezes meninas, que tomaram a planta indutora de transe para marcar sua entrada na idade adulta.

Em que ajuda essa descoberta?

Caverna na Califórnia guarda as primeiras evidências de humanos tomando alucinógenos
Uma mariposa como a Esfinge de forro branco, também foi retratada na caverna. (xpda / iNaturalist / CC-BY-SA-4.0 )

A nova descoberta ajuda a desmantelar o mito do xamã solitário, entrando sozinho em uma caverna para ter uma experiência mística.

Leia também: O icônico telescópio australiano foi batizado de Murriyang, e o significado é lindo

Povos indígenas de todo o mundo, incluindo culturas antigas na Sibéria, América do Norte e América do Sul, são conhecidos por tomarem substâncias que alteram a mente

E este estudo usou técnicas de ponta “para elucidar uma importante questão biocultural – o uso de alucinógenos por povos das Américas“.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: ScienceAlert

ANÚNCIO