BRB Disponibiliza novas formas de atendimento para programas Renda Emergencial e Prato Cheio

ANÚNCIO

Você é morador do DF? Essa notícia é para você. O BRB disponibilizou duas novas formas de acesso aos programas Renda Emergencial e Prato Cheio do governo do Distrito Federal. Os dois programas começaram o período de inscrição nesta segunda-feira (18).

Os programas foram criados pelo governo para oferecer auxílios durante a pandemia de COVID 19. Com auxílio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) os programas irão ajudar com apoio financeiro a famílias carentes.

ANÚNCIO

O BRB divulgou que agora permite o acesso aos programas via site e também central telefônica. Nos canais é possível confirmar os dados, também receber informações sobre os seus agendamentos e data da retirada do cartão.

BRB Disponibiliza novas formas de atendimento para programas Renda Emergencial e Prato Cheio
Fonte:(Reprodução/Internet)

Veja como se cadastrar nos programas bem como os canais de contato.

Pandemia do Distrito Federal

O DF já possuía até dia 19 de maio mais de 4600 confirmados e 66 mortes por contaminação do COVID 19.  Desde o início do mês o número de contaminados e mortes triplicou. Dia primeiro de maio eram cerca de 1500 contaminado e 31 mortes.

ANÚNCIO

Na mesma data em que os programas foram liberados, os comércios também começaram a reabrir. Decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha liberou para reabertura os comércios de roupas, calçados, serviços de corte e costura entre outros.

Como uma medida para conter os efeitos negativos e financeiros de famílias carentes, os dois programas vieram para atender a população de baixa renda que não faz uso de outras bolsas do Governo Federal. Saiba mais logo abaixo.

Quem tem direito ao Renda Emergencial?

O primeiro programa, o Renda Emergencial, vai atender a 28.500 famílias com o auxílio de R$408,00. As família serão indicadas pela SEDES e existem algumas especificações para estar habilitado para se cadastrar.

Para receber o auxílio não é permitido ser beneficiário do Bolsa Família, Bolsa Alfa, DF sem Miséria e BPC. Outra especificação é que brasilienses que pediram o auxílio emergencial do Governo Federal também não podem receber.

Existem duas formas de uso, é entregue um cartão que pode ser usado para saques e compras na função débito. O valor da bolsa será oferecido pelo governo estadual por 2 meses quem pode ser prorrogável por mais um mês.

E quem tem direito ao cartão Prato Cheio?

Já o programa Prato Cheio dará a cerca de 10 mil famílias brasilienses as bolsas de alimentação no valor de 160 a 250 reais. As famílias também são aquelas que se cadastrarem via SEDES, mostraremos como se cadastrar logo abaixo.

A bolsa é de R$160,00 à R$250,00 para ser usada exclusivamente para alimentação. O cartão também pode ser usado como cartão de débito nos estabelecimentos alimentícios. O período de recebimento é mensal de acordo com verificação do CadÚnico feita pela Secretaria de Desenvolvimento  a cada 6 meses.

Como se cadastrar e formas de atendimento

Basta acessar o site e preencher o formulário para análise. Se você já realizou o cadastro e gostaria de consultá-lo isso pode ser feito pelo link que mostra-rá, segundo CPF e senha, onde retirar o cartão e mais informações. Para demais informações ligue na Central de Atendimento número 3029-8499.

ANÚNCIO