Ataque em Cabul – Primeiro Ministro escapa de ataque mortal

ANÚNCIO

Homens armados mataram pelo menos 32 pessoas durante uma cerimônia com a presença dos principais políticos afegãos em Cabul.

O principal executivo do país, o ministro Abdullah Abdullah, escapou ileso, mas dezenas de outros ficaram feridos.

ANÚNCIO

O grupo do Estado Islâmico assumiu a responsabilidade. Ele teve como alvo o mesmo evento, que comemora a morte de um líder xiita afegão, em 2019.

O ataque foi o primeiro grande em Cabul desde que um acordo foi assinado entre os Estados Unidos e o Taliban no último sábado.

Esse acordo visa trazer a paz ao Afeganistão. No entanto, o Sistema Internacional não estava envolvido nas negociações.

ANÚNCIO

A cerimônia que marcou o 25º aniversário da morte do líder étnico Hazara Abdul Ali Mazari nas mãos do Taliban estava sendo transmitida ao vivo, e as pessoas foram vistas fugindo quando o som dos tiros soou.

Os tiros foram disparados de um prédio próximo em construção, segundo a polícia.

Cerca de 60 pessoas ficaram feridas, segundo autoridades do governo.

Forças especiais correram para o local. Os dois atacantes já foram mortos, segundo o Ministério do Interior.

Traduizido e adaptado por equipe Saibamais.

Fonte: BBC.

ANÚNCIO