Amazon: quase 20.000 trabalhadores testaram positivo

ANÚNCIO

A Amazon diz que quase 20.000 de seus funcionários tiveram resultados positivos ou foram considerados positivos para o vírus que causa o COVID-19.

A Amazon diz em um blog corporativo que examinou dados de 1º de março a 19 de setembro de seus 1,37 milhões de trabalhadores na Amazon e Whole Foods Market.

ANÚNCIO

Ele disse que comparou as taxas de casos COVID-19 à população em geral, conforme relatado pela Universidade Johns Hopkins para o mesmo período.

Foto: (Reprodução/ Internet).

Com base nessa análise, se a taxa entre os funcionários da Amazon e da Whole Foods fosse igual à da população em geral, estimava-se que teria registrado 33.952 casos entre sua força de trabalho.

A empresa diz que está realizando milhares de testes por dia, que crescerão para 50.000 testes por dia em 650 locais até novembro.

ANÚNCIO

Fique por dentro: Trump, primeira-dama positiva para coronavírus; ele tem ‘sintomas leves’

As empresas não têm obrigação legal de revelar publicamente quantos de seus funcionários contraíram o vírus, e poucos estão fazendo isso.

Como instalar a Amazon Appstore para baixar apps e jogos no Android? | Dicas e Tutoriais | TechTudo
Foto: Reprodução/ Internet.

No entanto, os empregadores devem fornecer um ambiente de trabalho seguro, o que significa que eles devem alertar os funcionários se eles podem ter sido expostos ao vírus, de acordo com as diretrizes da Administração de Segurança e Saúde Ocupacional.

Leia também: Quando a pandemia do Coronavírus terminará?

Eles são obrigados a acompanhar as infecções por COVID-19 contraídas no trabalho e devem informar a OSHA se houver hospitalização ou morte relacionada à doença.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: AṔNews

 

ANÚNCIO