Saiba os detalhes do lançamento da nave espacial chinesa à Lua

ANÚNCIO

Sua espaçonave robótica Chang’e-5 partiu do complexo de lançamento de Wenchang em um foguete Longa Marcha 5 na manhã de terça-feira, horário local, e se tiver sucesso, deverá retornar à Terra em meados de dezembro.

Já se passaram mais de 40 anos desde que norte americanos e soviéticos trouxeram para casa a rocha lunar e o “solo” para análise.

ANÚNCIO

A China pretende ser apenas o terceiro país a alcançar essa façanha, que será uma tarefa extremamente complexa.

 

Saiba os detalhes do lançamento da nave espacial chinesa à Lua
Decolagem da nave chinesa. Foto: (Reprodução/ Internet).

É um processo de várias etapas que envolve um orbitador, um lander-ascender e, finalmente, um componente de retorno que usa uma cápsula para sobreviver a uma entrada rápida e quente na atmosfera da Terra no final da missão.

ANÚNCIO

Leia também: Saiba como proteger sua propriedade intelectual

Mas a confiança deve estar alta depois de uma série de missões lunares bem executadas que começaram há pouco mais de uma década com alguns satélites.

Estes foram seguidos por combinações de lander-rover – com o mais recente, Chang’e-4, fazendo um toque suave no lado distante da Lua, algo que nenhuma nação espacial havia realizado anteriormente.

Qual é o objetivo dessa expedição?

Saiba os detalhes do lançamento da nave espacial chinesa à Lua
Foto: (Reprodução/ Internet).

O Chang’e-5 terá como alvo um local próximo chamado Mons Rümker, um complexo vulcânico alto em uma região conhecida como Oceanus Procellarum.

Fique por dentro: Onde está o caderno de notas de Charles Darwin? Supostamente roubado.

As rochas neste local são consideradas muito jovens em comparação com as amostradas pelos astronautas da Apollo dos EUA e os robôs Luna soviéticos – algo como talvez 1,3 bilhão de anos contra as rochas de 3-4 bilhões de anos recolhidas naquelas anteriores missões.

Saiba os detalhes do lançamento da nave espacial chinesa à Lua
A missão Chang’e-4 pousou no lado distante da Lua. Foto: (Reprodução/ Internet).

Isso dará aos cientistas outro ponto de dados para o método que usam para envelhecer eventos no Sistema Solar interno.

Veja também: Agradecer pode tornar seu cérebro mais altruísta

Essencialmente, os pesquisadores contam crateras – quanto mais velha a superfície, mais crateras ela tem; quanto mais jovem a superfície, menos ela tem.

Como será quando a Chang’e-5 chegar à Lua?

Saiba os detalhes do lançamento da nave espacial chinesa à Lua
Chang’e-5. Foto: (Reprodução/ Internet).

Quando Chang’e-5 chegar à Lua, ele entrará em órbita. Um módulo de pouso se desconectará e fará uma descida com força.

Uma vez descidos, os instrumentos irão caracterizar os arredores antes de recolher algum material da superfície. A sonda também tem a capacidade de perfurar o solo, ou regolito.

Leia também: Algo está tornando estrelas mortas misteriosamente quentes, e estamos ficando sem explicações

Um veículo de subida levará as amostras de volta para o encontro com o veículo orbital.

Traduzido e adaptado por equipe Saibamais

Fonte: BBC News

ANÚNCIO